publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:27


Esta demonstração de Taxi 3: Extreme Rush características tanto de uma rua e drag race corrida single-player opção, assim como em sua construção em um recurso multiplayer, a melhoria da cidade design, novo editor-logotipo da rede ea melhoria da velocidade para jogos online multiplayer.






Image Hosted by ImageShack.us



http://d.trymedia.com/dd/sg/30m_pkg53_sg/sg_try/Taxi3Setup.exe
-

CRACK
http://rapidshare.com/files/136275587/Extreme_Rushfix.rar

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:27


Esta demonstração de Taxi 3: Extreme Rush características tanto de uma rua e drag race corrida single-player opção, assim como em sua construção em um recurso multiplayer, a melhoria da cidade design, novo editor-logotipo da rede ea melhoria da velocidade para jogos online multiplayer.






Image Hosted by ImageShack.us



http://d.trymedia.com/dd/sg/30m_pkg53_sg/sg_try/Taxi3Setup.exe
-

CRACK
http://rapidshare.com/files/136275587/Extreme_Rushfix.rar

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:25


Teenage Mutant Ninja Turtles é um jogo de luta onde você controla uma das quatro tartarugas ninjas e deve, junto das outras três, encher de pancada os mais perigosos inimigos. Treinados pelo rato Splinter, os heróis moram no esgoto de Nova Iorque e lutam principalmente contra Destruidor, detentor de uma gangue de ninjas da pesada.
Os heróis, assim como no desenho animado homônimo, tem movimentos e técnicas de luta diferentes. No jogo, cada personagem é peculiar e pode ser aproveitado da melhor maneira, uma vez que eles se utilizam de armas variadas para combater os adversários. Michelangelo é perito no nunchaku, Donatello no bastão, Rafael no sai e Leonardo na espada.
Jogos sobre as tartarugas ninja, febre nos anos 90, sempre fizeram sucesso. Contudo, a série enfraqueceu na televisão com o passar das temporadas. Da mesma forma, os games das tartarugas antropomórficas decaíram na originalidade e acabaram sendo muito criticados, com a fórmula de jogo excessivamente repetitiva.
Uma curiosidade interessante é o fato de todos os protagonistas possuírem os nomes de renomados artistas da Renascença. O novo título para videogames chega 20 anos depois da estréia das tartarugas mutantes aos televisores. Agora, a maior vilã é Karai, pupila de Destruidor.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:25


Teenage Mutant Ninja Turtles é um jogo de luta onde você controla uma das quatro tartarugas ninjas e deve, junto das outras três, encher de pancada os mais perigosos inimigos. Treinados pelo rato Splinter, os heróis moram no esgoto de Nova Iorque e lutam principalmente contra Destruidor, detentor de uma gangue de ninjas da pesada.
Os heróis, assim como no desenho animado homônimo, tem movimentos e técnicas de luta diferentes. No jogo, cada personagem é peculiar e pode ser aproveitado da melhor maneira, uma vez que eles se utilizam de armas variadas para combater os adversários. Michelangelo é perito no nunchaku, Donatello no bastão, Rafael no sai e Leonardo na espada.
Jogos sobre as tartarugas ninja, febre nos anos 90, sempre fizeram sucesso. Contudo, a série enfraqueceu na televisão com o passar das temporadas. Da mesma forma, os games das tartarugas antropomórficas decaíram na originalidade e acabaram sendo muito criticados, com a fórmula de jogo excessivamente repetitiva.
Uma curiosidade interessante é o fato de todos os protagonistas possuírem os nomes de renomados artistas da Renascença. O novo título para videogames chega 20 anos depois da estréia das tartarugas mutantes aos televisores. Agora, a maior vilã é Karai, pupila de Destruidor.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:24


Stranglehold é um jogo de ação em terceira pessoa cuja fórmula soma essencialmente elementos de tiro e um enredo temperado pela vingança. Você joga na pele de "Tequila" Yuen, um homem que busca vingança pelo assassinato de sua família, cometido por membros das máfias chinesa e russa. Qualquer semelhança não é mera coincidência — o game é baseado no filme Hard Boiled, de John Woo, lançado em 1992.
Uma das maiores funções do jogo é o modo "Tequila Time", uma espécie de slow motion no estilo Max Payne que aumenta a precisão dos disparos e o dramatismo da cena, é claro. Grande parte dos cenários podem ser destruídos ou utilizados de alguma forma para ajudá-lo. Uma mesa, por exemplo, pode se tornar uma perfeita barricada, enquanto um lustre pode ser usado para cruzar um grande rapidamente.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:24


A Ubisoft leva aos computadores em "Dark Messiah of Might & Magic", jogo de ação em primeira pessoa que utiliza tecnologia criada pela Valve Software, a Source Engine, a mesma de "Half-Life 2".
Desenvolvido pela Arkane Studios, a mesma produtora de "Arx Fatalis", o game coloca os jogadores em meio ao legendário universo de "Might and Magic" e, pela primeira vez em um jogo de ação e fantasia, haverá um sistema completo de combate em primeira pessoa.
Prepare-se para assumir a pele de Sareth, um jovem herói que luta contra uma obscura profecia conhecida como "Dark Messiah" ou "Messiah of the Evil" ("Messias Negro" ou "Messias do Mal"). Durante a sua jornada, Sareth poderá se tornar um guerreiro, assassino ou mago, aprendendo novas técnicas de combate.
Como não poderia deixar de ser, todos os benefícios da tecnologia Source são amplamente explorados na animação de personagens, inteligência artificial, efeitos de física etc. E você pode conferir isso com bastante clareza nas imagens e vídeos, capazes de impressionar qualquer um.
A Ubisoft adquiriu os direitos da série "Might and Magic" em 2003 e "Dark Messiah of Might & Magic" é o segundo título da franquia lançado pela produtora.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:24


Em "Sonic Riders", Dr. Robotnik estabeleceu um desafio de velocidade para os personagens da série, incluindo Sonic the Hedgehog, Knuckles the Echidna, Storm the Albatross, Jet the Hawk, Miles "Tails" Prower e Web the Swallow. Ao vencedor, a Chaos Emerald.
Diferente do clássico "Sonic R", para o console Sega Saturn, o jogo traz de volta o universo "eXtreme" que a produtora havia deixado para trás há alguns anos. O porco-espinho e seus companheiros correm com pranchas aéreas, usando movimentos especiais exclusivos para superar seus oponentes.
O ar, por sinal, é um elemento de extrema importância, funcionando como "combustível" das pranchas, precisando ser recarregado em certos pontos das pistas ou através da execução de certas manobras. Além disso, você pode "pegar o vácuo" do oponente à frente para ganhar mais velocidade e descobrir novos atalhos.
A Sega se dedicou bastante à jogabilidade de "Sonic Riders" e oferece uma extensa quantidade de pistas, além de vários modos de jogo distintos, com multiplayer para dois ou quatro participantes.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:24


Stranglehold é um jogo de ação em terceira pessoa cuja fórmula soma essencialmente elementos de tiro e um enredo temperado pela vingança. Você joga na pele de "Tequila" Yuen, um homem que busca vingança pelo assassinato de sua família, cometido por membros das máfias chinesa e russa. Qualquer semelhança não é mera coincidência — o game é baseado no filme Hard Boiled, de John Woo, lançado em 1992.
Uma das maiores funções do jogo é o modo "Tequila Time", uma espécie de slow motion no estilo Max Payne que aumenta a precisão dos disparos e o dramatismo da cena, é claro. Grande parte dos cenários podem ser destruídos ou utilizados de alguma forma para ajudá-lo. Uma mesa, por exemplo, pode se tornar uma perfeita barricada, enquanto um lustre pode ser usado para cruzar um grande rapidamente.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:24


A Ubisoft leva aos computadores em "Dark Messiah of Might & Magic", jogo de ação em primeira pessoa que utiliza tecnologia criada pela Valve Software, a Source Engine, a mesma de "Half-Life 2".
Desenvolvido pela Arkane Studios, a mesma produtora de "Arx Fatalis", o game coloca os jogadores em meio ao legendário universo de "Might and Magic" e, pela primeira vez em um jogo de ação e fantasia, haverá um sistema completo de combate em primeira pessoa.
Prepare-se para assumir a pele de Sareth, um jovem herói que luta contra uma obscura profecia conhecida como "Dark Messiah" ou "Messiah of the Evil" ("Messias Negro" ou "Messias do Mal"). Durante a sua jornada, Sareth poderá se tornar um guerreiro, assassino ou mago, aprendendo novas técnicas de combate.
Como não poderia deixar de ser, todos os benefícios da tecnologia Source são amplamente explorados na animação de personagens, inteligência artificial, efeitos de física etc. E você pode conferir isso com bastante clareza nas imagens e vídeos, capazes de impressionar qualquer um.
A Ubisoft adquiriu os direitos da série "Might and Magic" em 2003 e "Dark Messiah of Might & Magic" é o segundo título da franquia lançado pela produtora.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:24


Em "Sonic Riders", Dr. Robotnik estabeleceu um desafio de velocidade para os personagens da série, incluindo Sonic the Hedgehog, Knuckles the Echidna, Storm the Albatross, Jet the Hawk, Miles "Tails" Prower e Web the Swallow. Ao vencedor, a Chaos Emerald.
Diferente do clássico "Sonic R", para o console Sega Saturn, o jogo traz de volta o universo "eXtreme" que a produtora havia deixado para trás há alguns anos. O porco-espinho e seus companheiros correm com pranchas aéreas, usando movimentos especiais exclusivos para superar seus oponentes.
O ar, por sinal, é um elemento de extrema importância, funcionando como "combustível" das pranchas, precisando ser recarregado em certos pontos das pistas ou através da execução de certas manobras. Além disso, você pode "pegar o vácuo" do oponente à frente para ganhar mais velocidade e descobrir novos atalhos.
A Sega se dedicou bastante à jogabilidade de "Sonic Riders" e oferece uma extensa quantidade de pistas, além de vários modos de jogo distintos, com multiplayer para dois ou quatro participantes.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:23


A história acontece no século XVI, nas Caraibas. O jovem marinheiro Francis Blade é surpreendido por uma forte tempestade, no seu caminho para o novo mundo, que o deixa como náufrago nas costas de uma ilha. Na praia ele encontra um estranho amuleto em forma de caveira que lhe concede os poderes místicos do Terrivel Black Buccaneer. Com a ajuda desses poderes, ele tem conhecimento do tesouro lendário desse pirata!
Esta excitante aventura leva o jogador através de 9 mundos diferentes com 26 desafiantes níveis onde existem variadissimas armadilhas. Várias maneiras diferentes de resolver os inigmas e a jogabilidade de dois personagens, tornam o jogo um divertimento para um longo tempo. Os gráficos 3D em tempo real cria uma atmosfera especial graças a luz e aos efeitos de sombra que transformam as edilicas palmeiras das caraibas no mais horrivel pesadelo voodoo.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:23


A história acontece no século XVI, nas Caraibas. O jovem marinheiro Francis Blade é surpreendido por uma forte tempestade, no seu caminho para o novo mundo, que o deixa como náufrago nas costas de uma ilha. Na praia ele encontra um estranho amuleto em forma de caveira que lhe concede os poderes místicos do Terrivel Black Buccaneer. Com a ajuda desses poderes, ele tem conhecimento do tesouro lendário desse pirata!
Esta excitante aventura leva o jogador através de 9 mundos diferentes com 26 desafiantes níveis onde existem variadissimas armadilhas. Várias maneiras diferentes de resolver os inigmas e a jogabilidade de dois personagens, tornam o jogo um divertimento para um longo tempo. Os gráficos 3D em tempo real cria uma atmosfera especial graças a luz e aos efeitos de sombra que transformam as edilicas palmeiras das caraibas no mais horrivel pesadelo voodoo.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


Uma ilha parasidíaca está para se transformar num verdadeiro inferno. O lugar é San Esperito, um país tropical dominado pelo ditador Salvador Mendoza. Mas a tensão entre militares, barões das drogas, os policiais e a guerrilha faz do local um verdadeiro barril de pólvoras.
Na pele do agente Rico Rodriguez, o jogador precisará evitar a explosão do conflito, eliminando o presidente e se infiltrando nas guerrilhas e cartéis do narcotráfico. A ilha promete ser gigante, com cerca de 32 quilômetros de ponta a ponta, podendo ser explorado livremente, sem interrupções para acesso de dados. Haverá diversos ambientes, entre cidades, vilas, pontos turísticos e cassinos, por exemplo.
O jogador terá a disposição cerca de 300 missões, entre objetivos primários e opcionais. Vinte deles são as principais, que fazem avançar o roteiro, que foi escrito por Maatt Costelo e Neil Richards (de "Broken Sword: The Sleeping Dragon"). Além disso, o arsenal de Rodriguez incluirá mais de 25 armas e mais de 100 veículos, entre terrestres, marítimos e aéreos.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


Overlord é um jogo com um estilo de humor negro raramente visto, no qual o jogador assume o papel de um Overlord ("senhor dos senhores") que está ocupando o lugar do antecessor falecido, tentando se tornar o mais poderoso de todos. Para que realmente reconheçam sua posição, você deve controlar minions (pequenos monstrengos submissos) em missões onde pilhar, matar e destruir são tarefas corriqueiras.
Os minions cumprirão qualquer ordem dada, realizando todas as atrocidades possíveis em nome de seu mestre, inclusive se suicidar. Estas pequenas criaturas são inteligentes e não requerem ordens complexas, basta que se peça ouro e elas saquearão a vila mais próxima até conseguirem uma quantia digna de sua "maldade", com isso, a preocupação principal será quais criaturas usar e o que comprar com os frutos da pilhagem.
Tudo isso serve para que você consiga recursos para enriquecer-se e engrandecer sua pessoa, da forma mais vil, egoísta e bem-humorada possível.
Os gráficos, assim como os sons, são dignos dos consoles da nova geração, tudo para tornar o ambiente ainda mais divertido. O jogo se passa em um mundo de fantasia medieval com elementos de magia, no qual o foco não está nos rios de sangue e na brutalidade desenfreada, e sim no humor caricaturizado e na ação proporcionada pelos feios e carismáticos minions. Enfim, diversão garantida.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


Overlord: Raising Hell é a segunda edição do jogo que mistura elementos de estratégia com ação.
A trama, regada por um refinado humor negro, acompanha a trilha de maldades do Overlord ("senhor absoluto") que ressurge para uma nova temporada de maldades. Para que realmente reconheçam sua posição, você deve controlar minions (pequenos monstrengos submissos) em missões onde pilhar, matar e destruir são obrigações rotineiras.
Para executar seus planos nefários você contará com uma legião de minions (criaturas estúpidas que irão cumprir todas as suas ordens), realizando todas as atrocidades possíveis em nome de seu mestre, inclusive se suicidar.
Estas pequenas criaturas são inteligentes (mas nem tanto) e não requerem ordens complexas, bastando comandos simples para que executem saques a vilas e outras atividades malignas.
Os gráficos deixam um pouco a desejar, mas o tom caricato compensa algumas questões técnicas. Ambientando em um cenário de fantasia medieval com elementos de magia, o jogo oferece uma excelente opção para os fãs de estratégia e ação.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


O sucesso de "Splinter Cell", que teve versões para PC e videogames, já é passado para a divisão Montreal da Ubi Soft e os produtores aproveitam a boa fase para trabalhar num projeto mais ambicioso: reviver o clássico "Prince of Persia" nos videogames da nova geração e nos computadores.
Para quem está começando a jogar agora, "Prince of Persia" foi criado por Jordan Mechner, que filmou seu irmão para rotoscopiar (desenhar sobre a película) o protagonista do game, dando uma movimentação totalmente inédita e realista ao jogo para os padrões da época. A idéia na verdade, nasceu num jogo anterior de Mechner que também foi uma tremendo mania no ano de 84, seis anos antes do lançamento de "Prince". Seu nome? "Karateca".
A história de "Prince of Persia: The Sands of Time" não desrespeita as tradições da série. Mais uma vez você é um jovem príncipe que foi enclausurado por um traiçoeiro vizir. No entanto, o herói não luta para salvar uma bela princesa, mas sim aprisionar "As Areias do Tempo", uma força perigosa que ameaça a integridade do reino.
O príncipe não estará sozinho nesta missão. Ele contará com ajuda de uma misteriosa e linda aliada, cujos interesses não são revelados de início. As fases misturam ação e quebra-cabeças como no original, e o combate de espadas terá destaque no jogo.
Uma última informação: quem é fã de "Prince of Persia" ficará feliz em saber que Jordan Mechner trabalha ao lado da equipe da Ubi Soft para reviver esse clássico dos anos 90.

Image Hosted by ImageShack.us


publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


Uma ilha parasidíaca está para se transformar num verdadeiro inferno. O lugar é San Esperito, um país tropical dominado pelo ditador Salvador Mendoza. Mas a tensão entre militares, barões das drogas, os policiais e a guerrilha faz do local um verdadeiro barril de pólvoras.
Na pele do agente Rico Rodriguez, o jogador precisará evitar a explosão do conflito, eliminando o presidente e se infiltrando nas guerrilhas e cartéis do narcotráfico. A ilha promete ser gigante, com cerca de 32 quilômetros de ponta a ponta, podendo ser explorado livremente, sem interrupções para acesso de dados. Haverá diversos ambientes, entre cidades, vilas, pontos turísticos e cassinos, por exemplo.
O jogador terá a disposição cerca de 300 missões, entre objetivos primários e opcionais. Vinte deles são as principais, que fazem avançar o roteiro, que foi escrito por Maatt Costelo e Neil Richards (de "Broken Sword: The Sleeping Dragon"). Além disso, o arsenal de Rodriguez incluirá mais de 25 armas e mais de 100 veículos, entre terrestres, marítimos e aéreos.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


Overlord é um jogo com um estilo de humor negro raramente visto, no qual o jogador assume o papel de um Overlord ("senhor dos senhores") que está ocupando o lugar do antecessor falecido, tentando se tornar o mais poderoso de todos. Para que realmente reconheçam sua posição, você deve controlar minions (pequenos monstrengos submissos) em missões onde pilhar, matar e destruir são tarefas corriqueiras.
Os minions cumprirão qualquer ordem dada, realizando todas as atrocidades possíveis em nome de seu mestre, inclusive se suicidar. Estas pequenas criaturas são inteligentes e não requerem ordens complexas, basta que se peça ouro e elas saquearão a vila mais próxima até conseguirem uma quantia digna de sua "maldade", com isso, a preocupação principal será quais criaturas usar e o que comprar com os frutos da pilhagem.
Tudo isso serve para que você consiga recursos para enriquecer-se e engrandecer sua pessoa, da forma mais vil, egoísta e bem-humorada possível.
Os gráficos, assim como os sons, são dignos dos consoles da nova geração, tudo para tornar o ambiente ainda mais divertido. O jogo se passa em um mundo de fantasia medieval com elementos de magia, no qual o foco não está nos rios de sangue e na brutalidade desenfreada, e sim no humor caricaturizado e na ação proporcionada pelos feios e carismáticos minions. Enfim, diversão garantida.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


Overlord: Raising Hell é a segunda edição do jogo que mistura elementos de estratégia com ação.
A trama, regada por um refinado humor negro, acompanha a trilha de maldades do Overlord ("senhor absoluto") que ressurge para uma nova temporada de maldades. Para que realmente reconheçam sua posição, você deve controlar minions (pequenos monstrengos submissos) em missões onde pilhar, matar e destruir são obrigações rotineiras.
Para executar seus planos nefários você contará com uma legião de minions (criaturas estúpidas que irão cumprir todas as suas ordens), realizando todas as atrocidades possíveis em nome de seu mestre, inclusive se suicidar.
Estas pequenas criaturas são inteligentes (mas nem tanto) e não requerem ordens complexas, bastando comandos simples para que executem saques a vilas e outras atividades malignas.
Os gráficos deixam um pouco a desejar, mas o tom caricato compensa algumas questões técnicas. Ambientando em um cenário de fantasia medieval com elementos de magia, o jogo oferece uma excelente opção para os fãs de estratégia e ação.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:22


O sucesso de "Splinter Cell", que teve versões para PC e videogames, já é passado para a divisão Montreal da Ubi Soft e os produtores aproveitam a boa fase para trabalhar num projeto mais ambicioso: reviver o clássico "Prince of Persia" nos videogames da nova geração e nos computadores.
Para quem está começando a jogar agora, "Prince of Persia" foi criado por Jordan Mechner, que filmou seu irmão para rotoscopiar (desenhar sobre a película) o protagonista do game, dando uma movimentação totalmente inédita e realista ao jogo para os padrões da época. A idéia na verdade, nasceu num jogo anterior de Mechner que também foi uma tremendo mania no ano de 84, seis anos antes do lançamento de "Prince". Seu nome? "Karateca".
A história de "Prince of Persia: The Sands of Time" não desrespeita as tradições da série. Mais uma vez você é um jovem príncipe que foi enclausurado por um traiçoeiro vizir. No entanto, o herói não luta para salvar uma bela princesa, mas sim aprisionar "As Areias do Tempo", uma força perigosa que ameaça a integridade do reino.
O príncipe não estará sozinho nesta missão. Ele contará com ajuda de uma misteriosa e linda aliada, cujos interesses não são revelados de início. As fases misturam ação e quebra-cabeças como no original, e o combate de espadas terá destaque no jogo.
Uma última informação: quem é fã de "Prince of Persia" ficará feliz em saber que Jordan Mechner trabalha ao lado da equipe da Ubi Soft para reviver esse clássico dos anos 90.

Image Hosted by ImageShack.us


publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:21


O príncipe sem nome continua se afundando nas conseqüências de suas próprias ações. Depois de liberar as areias do tempo e voltar ao passado para destruí-las, ele conseguiu se livrar da maldição que havia colocado sobre si mesmo. Ou pelo menos é o que ele pensa.
Aparentemente mexer com o tempo é algo complicado e, ao voltar para desfazer todo o estrago ele criou, mais paradoxos e problemas do que imaginava: ele chega na Babilônia e encontra uma cidade inteira em chamas e caçando o pobre herói. Ainda ao lado de Kaileena, ele deve descobrir o que está acontecendo e tentar mais uma vez desemaranhar a linha do tempo.
Nesta terceira aventura, o príncipe ganhará novas armas que permitem expandir ainda mais o sistema de combate do jogo, que inclui um chicote para puxar oponentes, além de um novo golpe silencioso que permite sem a necessidade de andar na ponta dos pés a morte instantânea de inimigos desatentos.
Mas se ele acha que os habitantes furiosos estão bravos com ele, a surpresa será ainda maior quando ele descobrir a razão: uma versão maligna dele foi criada, e é o verdadeiro culpado pela caçada.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:21


O pacato e humilde príncipe do final de "Prince of Persia: The Sands of Time" não existe mais. Depois de liberar as Areias do Tempo de sua ampulheta mágica ele deveria ter morrido, mas escapou de seu Destino. Agora, essa mesma força invoca um Dahaka - um ceifador implacável, conhecido por jamais ter deixado suas presas escaparem com vida - para caçar e corrigir essa anomalia histórica.
Com esse grande peso nas costas, o herói mudou consideravelmente. Forçado a passar horas acordado, fugindo pelos quatro cantos do mundo e treinando as mais diferentes formas de combate armado, ele não apenas perdeu seu prazer pela vida, mas é considerado maluco por todos (e a falta de sono definitivamente não ajudou em nada). Mas ele tem uma esperança: voltar até os primórdios do tempo e tentar acabar com a maldição em sua origem.
Todo esse tempo gasto treinando serve para corrigir uma das principais críticas do jogo anterior: seu sistema de combate. As lutas agora são uma parte muito maior da experiência e, felizmente, estão muito mais integradas nas fases. A variedade de golpes é muito maior, e sua combinação será quase como a ligação de combinações de manobras em "Tony Hawk" - cada jogador poderá criar um estilo único de combate, afirma o produtor Yannis Mallat.
Além de contar com uma grande biblioteca de movimentos que mistura acrobacias e golpes, a variedade não pára por aí. Jogadores terão a oportunidade de roubar armas de oponentes e liberar novas possibilidades, além de ter de enfrentar uma gama muito maior de oponentes. Um dos confrontos envolve um monstro gigante que exige que o príncipe suba em suas costas como um vaqueiro sobre um touro, escapando dos golpes que a criatura acerta nas próprias costas. E esse nem é um dos chefes, que prometem criar desafios únicos no decorrer da aventura.
Os poderes temporais também fazem parte desta aventura, mas agora eles não são apenas uma ferramenta opcional: novos poderes, como a habilidade de deixar o tempo mais devagar sem afetar o protagonista, permitem que você ultrapasse portas que fecham muito rápido. Além disso, as aventuras o levarão por portais temporais que dividem cada fase em dimensões múltiplas. Alguns quebra-cabeças exigem que você modifique o passado para progredir no futuro.
A princesa Farah ainda se pergunta sobre o misterioso homem que devolveu o tesouro de sua família, mas isso não quer dizer que o príncipe estará sozinho nessa nova aventura. Os criadores prometem uma nova companheira menos chata e mais ousada nesta continuação - ela certamente será mais útil, misteriosa e sedutora, pelo indica a equipe.
Com uma trama envolvente, personagens ainda mais interessantes e um sistema de batalha que não atrapalha o ritmo do game, mas adiciona à ação, a continuação de "Sands of Time" promete ser ainda melhor que a conceituada primeira parte.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:21


O príncipe sem nome continua se afundando nas conseqüências de suas próprias ações. Depois de liberar as areias do tempo e voltar ao passado para destruí-las, ele conseguiu se livrar da maldição que havia colocado sobre si mesmo. Ou pelo menos é o que ele pensa.
Aparentemente mexer com o tempo é algo complicado e, ao voltar para desfazer todo o estrago ele criou, mais paradoxos e problemas do que imaginava: ele chega na Babilônia e encontra uma cidade inteira em chamas e caçando o pobre herói. Ainda ao lado de Kaileena, ele deve descobrir o que está acontecendo e tentar mais uma vez desemaranhar a linha do tempo.
Nesta terceira aventura, o príncipe ganhará novas armas que permitem expandir ainda mais o sistema de combate do jogo, que inclui um chicote para puxar oponentes, além de um novo golpe silencioso que permite sem a necessidade de andar na ponta dos pés a morte instantânea de inimigos desatentos.
Mas se ele acha que os habitantes furiosos estão bravos com ele, a surpresa será ainda maior quando ele descobrir a razão: uma versão maligna dele foi criada, e é o verdadeiro culpado pela caçada.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:21


O pacato e humilde príncipe do final de "Prince of Persia: The Sands of Time" não existe mais. Depois de liberar as Areias do Tempo de sua ampulheta mágica ele deveria ter morrido, mas escapou de seu Destino. Agora, essa mesma força invoca um Dahaka - um ceifador implacável, conhecido por jamais ter deixado suas presas escaparem com vida - para caçar e corrigir essa anomalia histórica.
Com esse grande peso nas costas, o herói mudou consideravelmente. Forçado a passar horas acordado, fugindo pelos quatro cantos do mundo e treinando as mais diferentes formas de combate armado, ele não apenas perdeu seu prazer pela vida, mas é considerado maluco por todos (e a falta de sono definitivamente não ajudou em nada). Mas ele tem uma esperança: voltar até os primórdios do tempo e tentar acabar com a maldição em sua origem.
Todo esse tempo gasto treinando serve para corrigir uma das principais críticas do jogo anterior: seu sistema de combate. As lutas agora são uma parte muito maior da experiência e, felizmente, estão muito mais integradas nas fases. A variedade de golpes é muito maior, e sua combinação será quase como a ligação de combinações de manobras em "Tony Hawk" - cada jogador poderá criar um estilo único de combate, afirma o produtor Yannis Mallat.
Além de contar com uma grande biblioteca de movimentos que mistura acrobacias e golpes, a variedade não pára por aí. Jogadores terão a oportunidade de roubar armas de oponentes e liberar novas possibilidades, além de ter de enfrentar uma gama muito maior de oponentes. Um dos confrontos envolve um monstro gigante que exige que o príncipe suba em suas costas como um vaqueiro sobre um touro, escapando dos golpes que a criatura acerta nas próprias costas. E esse nem é um dos chefes, que prometem criar desafios únicos no decorrer da aventura.
Os poderes temporais também fazem parte desta aventura, mas agora eles não são apenas uma ferramenta opcional: novos poderes, como a habilidade de deixar o tempo mais devagar sem afetar o protagonista, permitem que você ultrapasse portas que fecham muito rápido. Além disso, as aventuras o levarão por portais temporais que dividem cada fase em dimensões múltiplas. Alguns quebra-cabeças exigem que você modifique o passado para progredir no futuro.
A princesa Farah ainda se pergunta sobre o misterioso homem que devolveu o tesouro de sua família, mas isso não quer dizer que o príncipe estará sozinho nessa nova aventura. Os criadores prometem uma nova companheira menos chata e mais ousada nesta continuação - ela certamente será mais útil, misteriosa e sedutora, pelo indica a equipe.
Com uma trama envolvente, personagens ainda mais interessantes e um sistema de batalha que não atrapalha o ritmo do game, mas adiciona à ação, a continuação de "Sands of Time" promete ser ainda melhor que a conceituada primeira parte.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:20


Splinter Cell é uma renomada série de espionagem que, junto com Metal Gear, estipulou uma nova mecânica que se tornou um sucesso ao manter a discrição e furtividade como principais atrativos. Apesar de constar no título o nome do escritor de espionagem Tom Clancy, a série Splinter Cell foi feita pelo escritor da Ubisoft chamado J. T. Petty. Mesmo assim, este título compartilha inúmeros elementos narrativos interessandos dos livros de Tom Clancy.
Em Double Agent, o protagonista Sam Fischer, famoso espião a serviço da organização de segurança nacional dos EUA, a NSA, tem sua vida envolvida por um trágico acidente. Após isso, passa a sofrer inúmeros distúrbios psicológicos, tendo que ser afastado da instituição. Seu chefe a amigo, Irving Lamber, dá-lhe uma importante e arriscada missão de ter que se envolver com uma organização criminosa no papel de agente duplo, onde ele deve fazer de tudo para atrapalhar e revelar os planos terroristas dessa organização, ao mesmo tempo em que deve manter a confiança plena deles. Com isso, diversas situações dramáticas e emocionantes irão ser apresentadas ao jogador, que fatalmente se deparará com escolhas baseadas em seus valores morais e éticos.
A jogabilidade mantêm-se a mesma dos outros títulos: visão em terceira pessoa, ambientes onde até mesmo a luz pode ser uma armadilha e a escuridão é a maior aliada de Fisher. Poucas informações na tela e destaque para os ótimos gráficos e trilha sonora fazem de Splinter Cell Double Agent uma oportunidade imperdível para os fãs de jogos táticos e repletos de ação.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:20


Marvel Ultimate Alliance é um RPG de ação similar ao Diablo com protagonistas retirados da série de quadrinhos da Marvel. A história começa com o vilão Doutor Destino se agrupando com um rol de personagens malignos visando estabelecer sua supremacia de ódio sobre a humanidade. Ao jogador, cabe controlar o Capitão América, o Homem Aranha e Wolverine, dentre outros heróis, a fim de interromper esse planos diabólicos.
Já a jogabilidade é bastante atraente para os adeptos da matança rápida e divertida proporcionada pela franquia citada da Blizzard. Ou seja, essa equipe irá passar por diversos complexos tecnológicos que abrigam os vilões, derrubando pilhas e mais pilhas de soldados e chefes. Cada personagem detém uma habilidade única, assim como técnicas de combate específica. Enquanto determinado herói é capaz de dar ataques à distância, outro é capaz de atacar todos ao redor enquanto que alguns são melhores no corpo-a-corpo. A experiência adquirida nesse processo, além de melhorar a vida e a energia para ataques especiais, é capaz de dar a opção a cada personagem de melhorar partes específicas de seus ataques, o que é bom para se aumentar a personalização das estratégias.
Ao se fechar o jogo, é possível não só aumentar o número de personagens controláveis como também destravar vestimentas únicas para cada protagonista. Há poucos quebra-cabeças em Marvel: Ultimate Alliance e existem diversos barris que podem ocultar itens, no melhor estilo dos jogos de plataforma de antigamente: ação rápida e descomplicada.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:20


Vem aí o próximo capítulo na épica série "Legacy of Kain". Em "Defiance", o jogador vai controlar dois vampiros poderosos e altamente evoluídos: Kain, um semideus todo-poderoso, e Raziel, um demoníaco anjo da morte.
Cada um deles porta uma espada legendária e cheia de poderes. Com a ajuda delas, eles terão de lutar para sobreviver em uma realidade cheio de intriga e luta. Seu objetivo: tentar cumprir seu destino e vencer as forças do mal que tentam condenar seu mundo à danação eterna!
O jogador se valerá de agilidade e de força bruta para enfrentar hordas de inimigos humanos, demoníacos e semimortos. Os heróis vão tomar posse dos corpos de vítimas insuspeitas para transitar entre o sinitro Reino Espectral e o belo Plano Material.
Com poderes telecinéticos, vai ser possível manipular o ambiente e lançar os inimigos em meio a obstáculos, furá-los com objetos pontiagudos e lançá-los em abismos. Além de matar os inimigos, o jogador tem de devorar suas almas para matar sua fome negra e só assim sobreviver

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:20


Splinter Cell é uma renomada série de espionagem que, junto com Metal Gear, estipulou uma nova mecânica que se tornou um sucesso ao manter a discrição e furtividade como principais atrativos. Apesar de constar no título o nome do escritor de espionagem Tom Clancy, a série Splinter Cell foi feita pelo escritor da Ubisoft chamado J. T. Petty. Mesmo assim, este título compartilha inúmeros elementos narrativos interessandos dos livros de Tom Clancy.
Em Double Agent, o protagonista Sam Fischer, famoso espião a serviço da organização de segurança nacional dos EUA, a NSA, tem sua vida envolvida por um trágico acidente. Após isso, passa a sofrer inúmeros distúrbios psicológicos, tendo que ser afastado da instituição. Seu chefe a amigo, Irving Lamber, dá-lhe uma importante e arriscada missão de ter que se envolver com uma organização criminosa no papel de agente duplo, onde ele deve fazer de tudo para atrapalhar e revelar os planos terroristas dessa organização, ao mesmo tempo em que deve manter a confiança plena deles. Com isso, diversas situações dramáticas e emocionantes irão ser apresentadas ao jogador, que fatalmente se deparará com escolhas baseadas em seus valores morais e éticos.
A jogabilidade mantêm-se a mesma dos outros títulos: visão em terceira pessoa, ambientes onde até mesmo a luz pode ser uma armadilha e a escuridão é a maior aliada de Fisher. Poucas informações na tela e destaque para os ótimos gráficos e trilha sonora fazem de Splinter Cell Double Agent uma oportunidade imperdível para os fãs de jogos táticos e repletos de ação.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:20


Marvel Ultimate Alliance é um RPG de ação similar ao Diablo com protagonistas retirados da série de quadrinhos da Marvel. A história começa com o vilão Doutor Destino se agrupando com um rol de personagens malignos visando estabelecer sua supremacia de ódio sobre a humanidade. Ao jogador, cabe controlar o Capitão América, o Homem Aranha e Wolverine, dentre outros heróis, a fim de interromper esse planos diabólicos.
Já a jogabilidade é bastante atraente para os adeptos da matança rápida e divertida proporcionada pela franquia citada da Blizzard. Ou seja, essa equipe irá passar por diversos complexos tecnológicos que abrigam os vilões, derrubando pilhas e mais pilhas de soldados e chefes. Cada personagem detém uma habilidade única, assim como técnicas de combate específica. Enquanto determinado herói é capaz de dar ataques à distância, outro é capaz de atacar todos ao redor enquanto que alguns são melhores no corpo-a-corpo. A experiência adquirida nesse processo, além de melhorar a vida e a energia para ataques especiais, é capaz de dar a opção a cada personagem de melhorar partes específicas de seus ataques, o que é bom para se aumentar a personalização das estratégias.
Ao se fechar o jogo, é possível não só aumentar o número de personagens controláveis como também destravar vestimentas únicas para cada protagonista. Há poucos quebra-cabeças em Marvel: Ultimate Alliance e existem diversos barris que podem ocultar itens, no melhor estilo dos jogos de plataforma de antigamente: ação rápida e descomplicada.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:20


Vem aí o próximo capítulo na épica série "Legacy of Kain". Em "Defiance", o jogador vai controlar dois vampiros poderosos e altamente evoluídos: Kain, um semideus todo-poderoso, e Raziel, um demoníaco anjo da morte.
Cada um deles porta uma espada legendária e cheia de poderes. Com a ajuda delas, eles terão de lutar para sobreviver em uma realidade cheio de intriga e luta. Seu objetivo: tentar cumprir seu destino e vencer as forças do mal que tentam condenar seu mundo à danação eterna!
O jogador se valerá de agilidade e de força bruta para enfrentar hordas de inimigos humanos, demoníacos e semimortos. Os heróis vão tomar posse dos corpos de vítimas insuspeitas para transitar entre o sinitro Reino Espectral e o belo Plano Material.
Com poderes telecinéticos, vai ser possível manipular o ambiente e lançar os inimigos em meio a obstáculos, furá-los com objetos pontiagudos e lançá-los em abismos. Além de matar os inimigos, o jogador tem de devorar suas almas para matar sua fome negra e só assim sobreviver

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


"Ghost Recon", "Rogue Spear", "Rainbow Six"... a lista de jogos de ação e espionagem baseados na obra do escritor Tom Clancy enche uma página e foi justamente quando se pensava que nada de novo poderia aparecer que "Tom Clancy's Splinter Cell" conquistou os videogames.
Produzido pela respeita equipe canadense da Ubi Soft, o jogo fez de Sam Fisher, um soldado quieto que deve se infiltrar em diversas instalações militares, um astro dos videogames. Agora o espião volta para uma segunda leva de adrenalina, batizada de "Pandora Tomorrow".
As novidades de "Splinter Cell: Pandora Tomorrow" não serão poucas. Sam Fisher terá um novo arsenal para ajudá-lo em suas missões. A mira-laser, por exemplo, promete disparos a longa distância mais precisos. Seguindo uma idéia de "Metal gear" o controle será indicador de perigo. Pela vibração, Sam poderá saber se está ou não prestes a pisar em uma mina.
O espião parece ter passado mais um tempo na academia de espionagem, pois volta cheio de novos truques: se dependurar de cabeça para baixo, saltar com ajuda de objetos e rolar no chão são só alguns dos 10 nos movimentos que prometem dar mais ação a parte jogável.
E por falar em parte jogável, a Ubi Soft ouviu as críticas e mudou a estrutura das fases. Agora Sam não terá de seguir um caminho único e poderá optar entre percursos diferentes para realizar suas missões. Cada caminho traz desafios únicos, o que promete aumentar a vida útil do jogo.
De acordo com os produtores, a inteligência artificial (AI) de "Splinter Cell: Pandora Tomorrow" será inovadora. Os objetivos das fases serão proporcionais às habilidades do jogador. Sam Fischer terá marcação cerrada nas mãos de veteranos. Mas se o jogador não estiver apto ao desafio, após um número determinado de tentativas, a AI entrará em ação facilitando a vida do aprendiz de espião.
Fechando o pacote, "Pandora Tomorrow" dará mais ênfase ao multiplayer e contará com uma abordagem mais cinematográfica. Numa das novas fases, por exemplo, Sam terá de se esgueirar em baixo de um trem em movimento.
Michael Ironside, o mesmo dos filmes "Top Gun" e "Scanners", mais uma vez fará a voz de Sam Fischer. Ironside também dublou o militar Mason do jogo "Run Like Hell".


Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


Os nazistas já tiveram que enfrentar todo tipo de inimigo nos jogos de videogame, mas acreditamos que seja a primeira vez que uma agente secreta meio vampira esteja sendo usada para tal. BloodRayne é o nome dessa beldade, que não economiza graça e violência ao cuidar das tropas de Hitler.
Assim como outros vampiros dos games, a agente BloodRayne suga sangue de seus oponentes para recuperar energia. A diferença é que isso enche um medidor que, quando completo, aumenta consideravelmente o poder de seus ataques.
Nossa amiga está armada com duas letais facas no braços, mas pode também roubar as armas de fogo dos membros Reich. Apesar de só poder carregar duas de cada vez, elas podem ser usadas independentemente como fazia Lara Croft.
Essas super-organizações secretas nunca contratam gente despreparada, BloodRayne consegue realizar um enorme número de acrobacias malucas: pular de paredes, dar saltos enormes, reduzir o tempo como o bullet-time de Max Payne - além de seus super-poderes, que incluem super-visão e a capacidade de arrastar inimigos com um gancho.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


Mais uma vez a Ubisoft se inspira nos trabalhos de Tom Clancy para a criação de um jogo de ação tática em terceira pessoa, Splinter Cell.
Neste fantástico jogo, o jogador assumirá o papel de um agente secreto, Sam Fisher, especialista em infiltrações que terá como objetivo manter a paz na América.
Para que isso realmente aconteça, ele terá que usar muita tática, como: esquivar de camêras de vigilância, guardas, usar disfarces e até usar de alguns elementos surpresas nos ataques aos inimigos. Claro, sempre analizando a melhor forma para se infiltrar no território inimigo.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


O primeiro "BloodRayne" foi uma grande aposta da Majesco, sua tentativa de criar uma grande licença do porte de "Tomb Raider", "Mario" e "Grand Theft Auto". Com uma heroína atraente, com poderes de vampira, lutando com excesso de sangue contra nazistas, o que poderia dar errado? Um desenvolvimento apressado é uma boa resposta. Felizmente a continuação parece estar encaminhada de maneira muito mais competente.
O novo jogo aproveita as melhores qualidades do original, corrigindo os problemas mais sérios e se apropriando de muitos elementos de sucesso de títulos como "Prince of Persia" para mostrar que Bloodrayne pode ser um símbolo da mesma magnitude de Lara Croft. A produtora Terminal Reality está apostando sério - e é bem possível que seus esforços se justifiquem.
Um dos primeiros aspectos a receber melhoras é o esbelto corpo da protagonista: além de aumentar consideravelmente o número de polígonos, ela foi reanimada para garantir mais variedade e realismo em seus movimentos. Ela também ganhará novos movimentos que lhe permitem se balançar em varas metálicas como uma ginasta, se agarrar e saltar de paredes e escorregar por corrimões.
Uma novidade significativa é a adição de um novo arpão ao seu arsenal: a vampira agora pode agarrar inimigos no melhor estilo Scorpion e arremessá-los longe - algo que deve servir para resolver alguns dos quebra-cabeças para abrir as salas. As pouco criativas chaves do primeiro game devem virar exceção no novo game, fornecendo opções mais criativas para o jogador, como a necessidade de empurrar objetos que vão de cabines telefônicas até enormes caixas de madeira.
O arpão é apenas uma de suas armas. Além dele e das tradicionais lâminas nos braços, ela terá acesso a uma grande gama de pistolas, metralhadoras, rifles, lança-chamas e até algumas armas fantásticas - todas capazes de serem melhoradas com um sistema de experiência similar ao de "Ratchet & Clank". As lutas corpo-a-corpo também serão remodeladas, com um sistema de combo similar ao de jogos de luta como "Tekken" e três tipos de ataques diferentes.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


"Ghost Recon", "Rogue Spear", "Rainbow Six"... a lista de jogos de ação e espionagem baseados na obra do escritor Tom Clancy enche uma página e foi justamente quando se pensava que nada de novo poderia aparecer que "Tom Clancy's Splinter Cell" conquistou os videogames.
Produzido pela respeita equipe canadense da Ubi Soft, o jogo fez de Sam Fisher, um soldado quieto que deve se infiltrar em diversas instalações militares, um astro dos videogames. Agora o espião volta para uma segunda leva de adrenalina, batizada de "Pandora Tomorrow".
As novidades de "Splinter Cell: Pandora Tomorrow" não serão poucas. Sam Fisher terá um novo arsenal para ajudá-lo em suas missões. A mira-laser, por exemplo, promete disparos a longa distância mais precisos. Seguindo uma idéia de "Metal gear" o controle será indicador de perigo. Pela vibração, Sam poderá saber se está ou não prestes a pisar em uma mina.
O espião parece ter passado mais um tempo na academia de espionagem, pois volta cheio de novos truques: se dependurar de cabeça para baixo, saltar com ajuda de objetos e rolar no chão são só alguns dos 10 nos movimentos que prometem dar mais ação a parte jogável.
E por falar em parte jogável, a Ubi Soft ouviu as críticas e mudou a estrutura das fases. Agora Sam não terá de seguir um caminho único e poderá optar entre percursos diferentes para realizar suas missões. Cada caminho traz desafios únicos, o que promete aumentar a vida útil do jogo.
De acordo com os produtores, a inteligência artificial (AI) de "Splinter Cell: Pandora Tomorrow" será inovadora. Os objetivos das fases serão proporcionais às habilidades do jogador. Sam Fischer terá marcação cerrada nas mãos de veteranos. Mas se o jogador não estiver apto ao desafio, após um número determinado de tentativas, a AI entrará em ação facilitando a vida do aprendiz de espião.
Fechando o pacote, "Pandora Tomorrow" dará mais ênfase ao multiplayer e contará com uma abordagem mais cinematográfica. Numa das novas fases, por exemplo, Sam terá de se esgueirar em baixo de um trem em movimento.
Michael Ironside, o mesmo dos filmes "Top Gun" e "Scanners", mais uma vez fará a voz de Sam Fischer. Ironside também dublou o militar Mason do jogo "Run Like Hell".


Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


Os nazistas já tiveram que enfrentar todo tipo de inimigo nos jogos de videogame, mas acreditamos que seja a primeira vez que uma agente secreta meio vampira esteja sendo usada para tal. BloodRayne é o nome dessa beldade, que não economiza graça e violência ao cuidar das tropas de Hitler.
Assim como outros vampiros dos games, a agente BloodRayne suga sangue de seus oponentes para recuperar energia. A diferença é que isso enche um medidor que, quando completo, aumenta consideravelmente o poder de seus ataques.
Nossa amiga está armada com duas letais facas no braços, mas pode também roubar as armas de fogo dos membros Reich. Apesar de só poder carregar duas de cada vez, elas podem ser usadas independentemente como fazia Lara Croft.
Essas super-organizações secretas nunca contratam gente despreparada, BloodRayne consegue realizar um enorme número de acrobacias malucas: pular de paredes, dar saltos enormes, reduzir o tempo como o bullet-time de Max Payne - além de seus super-poderes, que incluem super-visão e a capacidade de arrastar inimigos com um gancho.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


Mais uma vez a Ubisoft se inspira nos trabalhos de Tom Clancy para a criação de um jogo de ação tática em terceira pessoa, Splinter Cell.
Neste fantástico jogo, o jogador assumirá o papel de um agente secreto, Sam Fisher, especialista em infiltrações que terá como objetivo manter a paz na América.
Para que isso realmente aconteça, ele terá que usar muita tática, como: esquivar de camêras de vigilância, guardas, usar disfarces e até usar de alguns elementos surpresas nos ataques aos inimigos. Claro, sempre analizando a melhor forma para se infiltrar no território inimigo.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:19


O primeiro "BloodRayne" foi uma grande aposta da Majesco, sua tentativa de criar uma grande licença do porte de "Tomb Raider", "Mario" e "Grand Theft Auto". Com uma heroína atraente, com poderes de vampira, lutando com excesso de sangue contra nazistas, o que poderia dar errado? Um desenvolvimento apressado é uma boa resposta. Felizmente a continuação parece estar encaminhada de maneira muito mais competente.
O novo jogo aproveita as melhores qualidades do original, corrigindo os problemas mais sérios e se apropriando de muitos elementos de sucesso de títulos como "Prince of Persia" para mostrar que Bloodrayne pode ser um símbolo da mesma magnitude de Lara Croft. A produtora Terminal Reality está apostando sério - e é bem possível que seus esforços se justifiquem.
Um dos primeiros aspectos a receber melhoras é o esbelto corpo da protagonista: além de aumentar consideravelmente o número de polígonos, ela foi reanimada para garantir mais variedade e realismo em seus movimentos. Ela também ganhará novos movimentos que lhe permitem se balançar em varas metálicas como uma ginasta, se agarrar e saltar de paredes e escorregar por corrimões.
Uma novidade significativa é a adição de um novo arpão ao seu arsenal: a vampira agora pode agarrar inimigos no melhor estilo Scorpion e arremessá-los longe - algo que deve servir para resolver alguns dos quebra-cabeças para abrir as salas. As pouco criativas chaves do primeiro game devem virar exceção no novo game, fornecendo opções mais criativas para o jogador, como a necessidade de empurrar objetos que vão de cabines telefônicas até enormes caixas de madeira.
O arpão é apenas uma de suas armas. Além dele e das tradicionais lâminas nos braços, ela terá acesso a uma grande gama de pistolas, metralhadoras, rifles, lança-chamas e até algumas armas fantásticas - todas capazes de serem melhoradas com um sistema de experiência similar ao de "Ratchet & Clank". As lutas corpo-a-corpo também serão remodeladas, com um sistema de combo similar ao de jogos de luta como "Tekken" e três tipos de ataques diferentes.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:18


Jogos de adventure estão cada vez mais raros no PC e depois do intrigante "Indigo Prophecy", os fãs se perguntam quando irão encontrar outra trama de mistério pela frente. Talvez a resposta venha com "The Experiment", distribuído pela Dreamcatcher, que gosta de apostar no gênero, que faz sucesso especialmente na Europa.
A narrativa é dividida entre dois personagens presos em um navio encalhado na costa. O que ambos estão fazendo ali? Trancafiado em uma moderna sala de controle por um desconhecido, o jogador deve utilizar os equipamentos à sua disposição, como câmeras de vigilância, detectores de calor e a intranet do navio, para tentar guiar uma mulher, a cientista Lea Nichols, até a saída de uma verdadeira fortaleza flutuante.
Originalmente mantida em uma cabine, presa a tubos e canos em suas veias, ela precisa desesperadamente de ajuda médica enquanto o jogador decifra, através de flashbacks e outras reviravoltas, os motivos por trás de sua prisão e o que seu captor deseja dele.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:18


Transformers: The Game é um jogo de ação em terceira pessoa que mistura elementos de corrida e de aviões em sua fórmula. O game é inspirado no filme Transformers, cujo enredo trata de duas facções alienígenas de robôs que lutam pelo destino da terra: os Autobots, que defendem o nosso planeta, e os Deceptions, que pretendem destruí-lo.
O título permite que o jogador escolha entre duas campanhas; uma o coloca na pele dos robôs bons, enquanto a outra conta a história do lado do mau. Ambas as facções possuem robôs com diferentes dimensões, forças e pesos, o que influi diretamente na batalha. Além disso, cada transformer possui armas e habilidades específicas.
Além das batalhas, que imperam no título, o jogador também deve utilizar suas habilidades para pilotar os mais rápidos carros e aviões. Em boa parte do game, há perseguições nas quais alta velocidade e reflexos rápidos são critérios para a vitória.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:18


Jogos de adventure estão cada vez mais raros no PC e depois do intrigante "Indigo Prophecy", os fãs se perguntam quando irão encontrar outra trama de mistério pela frente. Talvez a resposta venha com "The Experiment", distribuído pela Dreamcatcher, que gosta de apostar no gênero, que faz sucesso especialmente na Europa.
A narrativa é dividida entre dois personagens presos em um navio encalhado na costa. O que ambos estão fazendo ali? Trancafiado em uma moderna sala de controle por um desconhecido, o jogador deve utilizar os equipamentos à sua disposição, como câmeras de vigilância, detectores de calor e a intranet do navio, para tentar guiar uma mulher, a cientista Lea Nichols, até a saída de uma verdadeira fortaleza flutuante.
Originalmente mantida em uma cabine, presa a tubos e canos em suas veias, ela precisa desesperadamente de ajuda médica enquanto o jogador decifra, através de flashbacks e outras reviravoltas, os motivos por trás de sua prisão e o que seu captor deseja dele.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:18


Transformers: The Game é um jogo de ação em terceira pessoa que mistura elementos de corrida e de aviões em sua fórmula. O game é inspirado no filme Transformers, cujo enredo trata de duas facções alienígenas de robôs que lutam pelo destino da terra: os Autobots, que defendem o nosso planeta, e os Deceptions, que pretendem destruí-lo.
O título permite que o jogador escolha entre duas campanhas; uma o coloca na pele dos robôs bons, enquanto a outra conta a história do lado do mau. Ambas as facções possuem robôs com diferentes dimensões, forças e pesos, o que influi diretamente na batalha. Além disso, cada transformer possui armas e habilidades específicas.
Além das batalhas, que imperam no título, o jogador também deve utilizar suas habilidades para pilotar os mais rápidos carros e aviões. Em boa parte do game, há perseguições nas quais alta velocidade e reflexos rápidos são critérios para a vitória.

Image Hosted by ImageShack.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:16

















Screenshots



Jill Valentine, heroína e sobrevivente do primeiro incidente de Resident Evil, retorna ao terceiro capítulo para novamente enfrentar o medo e o horror.

O jogo ocorre antes e depois do segundo Resident Evil, onde Jill tenta sair de Racoon City quando os habitantes começam a se tornar zumbis. Agora, ela e o soldado da U.B.S.C. Carlos, devem escapar da cidade e do horrível ‘Nemesis', com vida para descobrir o sinistro plano da Umbrella Corporation

Screenshots
Windows 95/98/Me/2000/XP
processador de 200 MHz

64 MB de memória

placa de vídeo com 8 MB

DirectX
- clique aqui para fazer o download ou atualizar sua versão


Image Hosted by ImageShack.us
DOWNLOAD

CRACK

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:16



Screenshots


Obscure 2 é um survival-horror com um enredo inusitado, já que a história começa quando um grupo de jovens encontra uma planta misteriosa no campus da universidade que estudam e o vegetal se mostra hospedeiro de uma miríade de bichos infernais, liberando sobre a instituição de ensino horror e medo. O tom geral do jogo é bastante trash, o que significa que a trilha sonora possui temas de heavy metal enquanto inimigos gosmentos partem das sombras para que o jogador elimine-os da maneira mais grotesca possível.

Obscure 2 exige a cooperação constante entre o jogador e seu aliado, que pode ser controlado pelo computador ou administrado por um amigo que pode assumí-lo a qualquer momento da partida. Existem seis personagens no total que serão revezados durante o game onde cada um deles possui habilidades distintas e armas suficientes para esmagar qualquer criatura do além.

O cenário consiste nos arredores e subterrâneos de uma universidade antiga, com vários cômodos com decorações que por si só já são capazes de assustar aqueles que temem os inúmeros experimentos científicos de uma instituição de centenas de anos de existência.


ScreenshotsProcessador: Intel Pentium III 700 MHz or Athlon XP equivalent
Sistema Operacional:
Windows 2000 ou XP

Memória RAM:
256 MB system Memory 512MB(Vista)

Placa de Video:
GeForce 3, Radeon Series 64MB

Outros:
DirectX v9.0



Image Hosted by ImageShack.us
Download
senha:sucseed@warez-bb.org

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:16

















Screenshots



Jill Valentine, heroína e sobrevivente do primeiro incidente de Resident Evil, retorna ao terceiro capítulo para novamente enfrentar o medo e o horror.

O jogo ocorre antes e depois do segundo Resident Evil, onde Jill tenta sair de Racoon City quando os habitantes começam a se tornar zumbis. Agora, ela e o soldado da U.B.S.C. Carlos, devem escapar da cidade e do horrível ‘Nemesis', com vida para descobrir o sinistro plano da Umbrella Corporation

Screenshots
Windows 95/98/Me/2000/XP
processador de 200 MHz

64 MB de memória

placa de vídeo com 8 MB

DirectX
- clique aqui para fazer o download ou atualizar sua versão


Image Hosted by ImageShack.us
DOWNLOAD

CRACK

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:16



Screenshots


Obscure 2 é um survival-horror com um enredo inusitado, já que a história começa quando um grupo de jovens encontra uma planta misteriosa no campus da universidade que estudam e o vegetal se mostra hospedeiro de uma miríade de bichos infernais, liberando sobre a instituição de ensino horror e medo. O tom geral do jogo é bastante trash, o que significa que a trilha sonora possui temas de heavy metal enquanto inimigos gosmentos partem das sombras para que o jogador elimine-os da maneira mais grotesca possível.

Obscure 2 exige a cooperação constante entre o jogador e seu aliado, que pode ser controlado pelo computador ou administrado por um amigo que pode assumí-lo a qualquer momento da partida. Existem seis personagens no total que serão revezados durante o game onde cada um deles possui habilidades distintas e armas suficientes para esmagar qualquer criatura do além.

O cenário consiste nos arredores e subterrâneos de uma universidade antiga, com vários cômodos com decorações que por si só já são capazes de assustar aqueles que temem os inúmeros experimentos científicos de uma instituição de centenas de anos de existência.


ScreenshotsProcessador: Intel Pentium III 700 MHz or Athlon XP equivalent
Sistema Operacional:
Windows 2000 ou XP

Memória RAM:
256 MB system Memory 512MB(Vista)

Placa de Video:
GeForce 3, Radeon Series 64MB

Outros:
DirectX v9.0



Image Hosted by ImageShack.us
Download
senha:sucseed@warez-bb.org

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:15



Screenshots

Resident Evil 4 é um jogo de ação em terceira pessoa com elementos de tiro e um enredo de arrepiar, elementos que constituem um gênero conhecido com "horror survival". Este título, inclusive, foi consolidado pela sua tradicional franquia, que traz novos elementos sem perder os bons aspectos que fizeram dela um sucesso.

O jogador está na pele de Leon, o mesmo protagonista de Resident Evil 2, que agora é um renomado agente da CIA e vai a um bizarro vilarejo situado na Espanha a fim de resgatar a filha do presidente dos Estados Unidos. No entanto, ao chegar lá, ele se depara com criaturas nada amigáveis, os chamados Ganados, homens infectados por um vírus que os torna bastante semelhantes a zumbis, mas com capacidade de correr e usar armas, por exemplo.

Devido às suas habilidades, os novos inimigos exigem maior dinamismo do jogador, coisa que os comandos novos permitem bem. Em RE4 há um novo sistema de mira, que fazem com que o jogador tenha maior controle e precisão ao atirar. A câmera agora tem uma nova perspectiva, situando-se sempre sobre o ombro do protagonista.

Fãs da série e do gênero devem obrigatoriamente ter este título, e mesmo àqueles que não estão familiarizados com a franquia, Resident Evil 4 é recomendado.


Screenshots
Processador: Pentium IV 1,0 GHz ou Athlon equivalente
RAM: 256 MB de memória
Vídeo: 128 MB
Espaço em disco: 1,2 GB livres em disco


Image Hosted by ImageShack.us
Download
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part1.rar
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part2.rar
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part3.rar
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part4.rar

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:15




Screenshots


Cliver Barker's Jericho é um jogo baseado no uso inteligente de esquadrões. O jogador pode controlar um personagem enquanto dá ordens a outros dois membros do seu time. Contudo, o jogo não se limita a apenas comandar pontos de encontro e táticas elementares, já que é possível alternar a visão entre os personagens e comandá-los individualmente.

Eu acho que vi carne em decomposição em movimento...
O enredo de Jericho, a exemplo de F.E.A.R., apresenta as missões de uma equipe de fuzileiros especiais encarregados de interromper as atividades de um grupo de demônios antiquíssimos. Em uma cidade no meio de um deserto no Oriente Médio, os problemas começam quando esse local construído sobre mausoléus perde o contato com o resto do mundo. Atentos a esses problema, o esquadrão Jericho parte para investigar o subterrâneo da cidade a fim de — segundo os desenvolvedores — proteger os Estados Unidos de mais uma ameaça dessa região.

Enquanto que os inimigos iniciais são passíveis de serem derrotados através das armas de fogo convencionais, ao se aproximar do centro do mal o jogador irá perceber que terá que usar mais do que pólvora e chumbo para matar os inimigos. É aí que entra outro diferencial de Jericho, além do sistema de esquadrão: o uso de poderes psíquicos.

Cada personagem possui uma classe específica extraída dos contos de fantasia medieval que todos conhecem: clérigo, mago e alquimista por exemplo. Um deles, inclusive, detém o poder de telecinese, o que significa que objetos podem ser controlados com o poder da mente para atrapalhar os inimigos, assim como o curso das balas podem ser ajustados para dar um acerto mais preciso na região encefálica dos monstrengos.
Screenshots
Processador: Pentium IV 2,4 GHz ou Athlon equivalente
RAM: 1,0 GB de memória
Vídeo: 128 MB
Espaço em disco: 2,0 GB livres em disco


Image Hosted by ImageShack.us
Download
http://rapidshare.com/files/65442074/j3ri-game.part01.rar
senha:www.romaniainedit.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:15



Screenshots

Resident Evil 4 é um jogo de ação em terceira pessoa com elementos de tiro e um enredo de arrepiar, elementos que constituem um gênero conhecido com "horror survival". Este título, inclusive, foi consolidado pela sua tradicional franquia, que traz novos elementos sem perder os bons aspectos que fizeram dela um sucesso.

O jogador está na pele de Leon, o mesmo protagonista de Resident Evil 2, que agora é um renomado agente da CIA e vai a um bizarro vilarejo situado na Espanha a fim de resgatar a filha do presidente dos Estados Unidos. No entanto, ao chegar lá, ele se depara com criaturas nada amigáveis, os chamados Ganados, homens infectados por um vírus que os torna bastante semelhantes a zumbis, mas com capacidade de correr e usar armas, por exemplo.

Devido às suas habilidades, os novos inimigos exigem maior dinamismo do jogador, coisa que os comandos novos permitem bem. Em RE4 há um novo sistema de mira, que fazem com que o jogador tenha maior controle e precisão ao atirar. A câmera agora tem uma nova perspectiva, situando-se sempre sobre o ombro do protagonista.

Fãs da série e do gênero devem obrigatoriamente ter este título, e mesmo àqueles que não estão familiarizados com a franquia, Resident Evil 4 é recomendado.


Screenshots
Processador: Pentium IV 1,0 GHz ou Athlon equivalente
RAM: 256 MB de memória
Vídeo: 128 MB
Espaço em disco: 1,2 GB livres em disco


Image Hosted by ImageShack.us
Download
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part1.rar
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part2.rar
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part3.rar
http://www2.goldenbank.kiev.ua:8080/Files/Games/Resident%20Evil%204%20(PC)/NS-BIO4.part4.rar

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:15




Screenshots


Cliver Barker's Jericho é um jogo baseado no uso inteligente de esquadrões. O jogador pode controlar um personagem enquanto dá ordens a outros dois membros do seu time. Contudo, o jogo não se limita a apenas comandar pontos de encontro e táticas elementares, já que é possível alternar a visão entre os personagens e comandá-los individualmente.

Eu acho que vi carne em decomposição em movimento...
O enredo de Jericho, a exemplo de F.E.A.R., apresenta as missões de uma equipe de fuzileiros especiais encarregados de interromper as atividades de um grupo de demônios antiquíssimos. Em uma cidade no meio de um deserto no Oriente Médio, os problemas começam quando esse local construído sobre mausoléus perde o contato com o resto do mundo. Atentos a esses problema, o esquadrão Jericho parte para investigar o subterrâneo da cidade a fim de — segundo os desenvolvedores — proteger os Estados Unidos de mais uma ameaça dessa região.

Enquanto que os inimigos iniciais são passíveis de serem derrotados através das armas de fogo convencionais, ao se aproximar do centro do mal o jogador irá perceber que terá que usar mais do que pólvora e chumbo para matar os inimigos. É aí que entra outro diferencial de Jericho, além do sistema de esquadrão: o uso de poderes psíquicos.

Cada personagem possui uma classe específica extraída dos contos de fantasia medieval que todos conhecem: clérigo, mago e alquimista por exemplo. Um deles, inclusive, detém o poder de telecinese, o que significa que objetos podem ser controlados com o poder da mente para atrapalhar os inimigos, assim como o curso das balas podem ser ajustados para dar um acerto mais preciso na região encefálica dos monstrengos.
Screenshots
Processador: Pentium IV 2,4 GHz ou Athlon equivalente
RAM: 1,0 GB de memória
Vídeo: 128 MB
Espaço em disco: 2,0 GB livres em disco


Image Hosted by ImageShack.us
Download
http://rapidshare.com/files/65442074/j3ri-game.part01.rar
senha:www.romaniainedit.us

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:14



Screenshots


Evil Dead Regeneration começa quando Ash é preso, condenado por assassínio e enviado para Sunny Meadows, um instituto para criminosos com problemas mentais. Vencendo a loucura, ele foge para a floresta e logo se apercebe que o mal só se tornou mais malevolente. Fechado na cave de um asilo para doentes mentais, o louco Dr. Vingo combina tecnologia com o Livro dos Mortos (Necronomicon), para realizar as suas próprias experiências pervertidas. No intuito de utilizar a ciência para aproveitar os poderes do Necronomicon, o malevolente doutor liberta o Mal poderoso do livro no mundo - criando uma nova geração de Deadites, monstros e experiências mal sucedidas, transformando a realidade numa miscelânea infernal e deixando a humanidade com um sentimento apocalíptico. Resta Ash, para salvar a humanidade mais uma vez. Será que é capaz?

Características Principais:

- O melhor jogo Evil Dead! Experimenta o jogo com mais acção e diversão deste lado do Armagedão bíblico.

- Uma mãozinha de um Morto-vivo! Pela primeira vez, Ash foi forçado a arranjar um companheiro - um Deadite de 90 cm que em parte é solidário e sabichão mas no todo é cadáver!

- Combinações de Armas, Montes de Maus e Combate Imparável! Junta-te a Ash e ao seu companheiro enquanto combatem o mal - e um ao outro - matando todos os mortos que se mexam com tudo, desde armas de arpão e lança-chamas à famosa serra mecânica e combinação de metralhadora especial.



Requerimentos:2.0 GHz Pentium® IV or AMD Athlon” class processors (3 GHz better recommended)
512MB RAM (1 GB recommended)
128 MB DirectX® 9.0c-compliant video card (256 MB video card recommended) (see supported list*) - DirectX 9.0c-compliant sound card ( PC audio solution containing Dolby® Digital Live required for Dolby Digital audio) - DirectX 9.0c (included) - 6.0 GB Hard Drive Space (8.0 GB recommended)
Image Hosted by ImageShack.us

Download

http://rapidshare.com/files/61681203/Evil_Dead_Reg_netawy.org.part1.rar

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:14



Screenshots


Evil Dead Regeneration começa quando Ash é preso, condenado por assassínio e enviado para Sunny Meadows, um instituto para criminosos com problemas mentais. Vencendo a loucura, ele foge para a floresta e logo se apercebe que o mal só se tornou mais malevolente. Fechado na cave de um asilo para doentes mentais, o louco Dr. Vingo combina tecnologia com o Livro dos Mortos (Necronomicon), para realizar as suas próprias experiências pervertidas. No intuito de utilizar a ciência para aproveitar os poderes do Necronomicon, o malevolente doutor liberta o Mal poderoso do livro no mundo - criando uma nova geração de Deadites, monstros e experiências mal sucedidas, transformando a realidade numa miscelânea infernal e deixando a humanidade com um sentimento apocalíptico. Resta Ash, para salvar a humanidade mais uma vez. Será que é capaz?

Características Principais:

- O melhor jogo Evil Dead! Experimenta o jogo com mais acção e diversão deste lado do Armagedão bíblico.

- Uma mãozinha de um Morto-vivo! Pela primeira vez, Ash foi forçado a arranjar um companheiro - um Deadite de 90 cm que em parte é solidário e sabichão mas no todo é cadáver!

- Combinações de Armas, Montes de Maus e Combate Imparável! Junta-te a Ash e ao seu companheiro enquanto combatem o mal - e um ao outro - matando todos os mortos que se mexam com tudo, desde armas de arpão e lança-chamas à famosa serra mecânica e combinação de metralhadora especial.



Requerimentos:2.0 GHz Pentium® IV or AMD Athlon” class processors (3 GHz better recommended)
512MB RAM (1 GB recommended)
128 MB DirectX® 9.0c-compliant video card (256 MB video card recommended) (see supported list*) - DirectX 9.0c-compliant sound card ( PC audio solution containing Dolby® Digital Live required for Dolby Digital audio) - DirectX 9.0c (included) - 6.0 GB Hard Drive Space (8.0 GB recommended)
Image Hosted by ImageShack.us

Download

http://rapidshare.com/files/61681203/Evil_Dead_Reg_netawy.org.part1.rar

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



Screenshots




Medo não é uma emoção fácil de se capturar em palavras. O mesmo acontece nos games - a série "Resident Evil" capitalizou os sustos, mas só depois de alguns anos que títulos como "Silent Hill" e "Fatal Frame" começaram a explorar as possibilidades do terror psicológico em mídia interativa. A Ubisoft decidiu seguir a tendência com "Cold Fear".

O primeiro elemento clássico para a receita: estar sozinho em um ambiente perigoso. Jogadores encarnam o membro da guarda costeira americana Tom Hansen, enviado para investigar o aparecimento de um navio russo que caçava baleias. A embarcação está no meio de uma tempestade no estreito de Bering.

Quem já está acostumado com o gênero já deve suspeitar que o navio vai parecer vazio no começo, para então revelar algo que não é exatamente humano. Em pouco tempo, a investigação de rotina se torna uma batalha pela sobrevivência.

A Ubisoft promete diversos elementos assustadores, do mar bravio - que resulta em ambientes dinâmicos - aos inimigos inteligentes, a trama cheia de surpresas trará horror aos corações mais fortes... um salva-vidas não será o suficiente para sair dessa vivo.

"Cold Fear" terá versões para PC, Xbox e PlayStation 2.




Pentium III 1GHz;
256MB de RAM; 2,2GB de HD;
DVD 8X;
Placa 3D com 64MB de RAM



Image Hosted by ImageShack.us
Download
http://www.kshop.info/downloads/ColdFear_rapid1_a8411.html

publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



Screenshots



Tudo leva a crer que não existiam vendedores de seguro no Egito Antigo: os tesouros e túmulos dos faraós eram protegidos com terríveis maldições. Em "The Eye of Isis", uma estatueta que supostamente traz uma maldição que causa loucura e morte violenta acaba de ser roubada de um museu. A maldição se manisfesta de forma peculiar - mesmo que um tanto previsível: múmias voltam a vida e começam a buscar vingança.

Você é Darien Dane. Junto com um amigo e assistente, sua missão é recuperar o ídolo roubado, atravessar meio mundo em trem e navio, e devolver o artefato até a pirâmide onde ele foi encontrado. Mas isso não será fácil: a viagem será um verdadeiro pesadelo, trazendo assassinatos, mistérios e horrores inesperados.

A missão começa com a exploração do museu onde o roubo aconteceu. Uma série de objetos inanimados ganham vida e começam a ilustrar a natureza mística da relíquia. Isso é apenas o começo: ladrões e antigos deuses entraram no seu caminho para impedir seu sucesso.

O jogo utiliza o próprio mecanismo do jogo para desenrolar a trama, apresentando novos personagens e dando arrepios no pobre Darien.

"The Eye of Isis" terá versões para PC e Xbox.

Screenshots
  • Software desenvolvido para Windows Me,Windows 2000,Windows XP,Windows 98
  • Processador Pentium III/600 MHz
  • 128 de memória RAM
  • 700 de espaço livre no disco rígido
  • CD-Rom 2 X
  • Placa gráfica com 64 MB RAM, compatível com DirectX®


  • Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



    Screenshots



    Tudo leva a crer que não existiam vendedores de seguro no Egito Antigo: os tesouros e túmulos dos faraós eram protegidos com terríveis maldições. Em "The Eye of Isis", uma estatueta que supostamente traz uma maldição que causa loucura e morte violenta acaba de ser roubada de um museu. A maldição se manisfesta de forma peculiar - mesmo que um tanto previsível: múmias voltam a vida e começam a buscar vingança.

    Você é Darien Dane. Junto com um amigo e assistente, sua missão é recuperar o ídolo roubado, atravessar meio mundo em trem e navio, e devolver o artefato até a pirâmide onde ele foi encontrado. Mas isso não será fácil: a viagem será um verdadeiro pesadelo, trazendo assassinatos, mistérios e horrores inesperados.

    A missão começa com a exploração do museu onde o roubo aconteceu. Uma série de objetos inanimados ganham vida e começam a ilustrar a natureza mística da relíquia. Isso é apenas o começo: ladrões e antigos deuses entraram no seu caminho para impedir seu sucesso.

    O jogo utiliza o próprio mecanismo do jogo para desenrolar a trama, apresentando novos personagens e dando arrepios no pobre Darien.

    "The Eye of Isis" terá versões para PC e Xbox.

    Screenshots
  • Software desenvolvido para Windows Me,Windows 2000,Windows XP,Windows 98
  • Processador Pentium III/600 MHz
  • 128 de memória RAM
  • 700 de espaço livre no disco rígido
  • CD-Rom 2 X
  • Placa gráfica com 64 MB RAM, compatível com DirectX®


  • Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



    Screenshots



    American McGee's Alice é um jogo de computador da EA em conjunto com a Rogue lançado em 1999. Baseado no clássico infantil Alice no País das Maravilhas, e no filme homônimo da Disney, o jogo passa a contar a história quando Alice, já adulta, retorna ao país da maravilhas. A razão de seu retorno varia de acordo com a fonte: no trailer de lançamento do jogo Alice aparece com os pulsos cortados, no Demo Alice está no manicômio quando recebe a visita do coelho, e no jogo em si não há muita explicação. O certo é que o país das maravilhas já não é o mesmo: o jogo é conduzido por uma trilha sonora macabra e a atmosfera é sombria; o gato Cheshire (ou gato-do-sorriso) e o coelho do relógio estão assustadores, e Alice não fica atrás..

    Apesar de se basear em um conto infantil, American McGee's (o designer-chefe) criou um jogo extremamente violento: Alice usa facões para cortar a cabeça de seus inimigos. Bombas e magias disfarçados de brinquedos também fazem parte de seus arsenal.

    Foi um dos jogos mais vendidos de todos os tempos, atingindo cerca de 1 milhão de cópias.De


    Processador: Pentium II 400 MHz ou Athlon equivalente
    RAM: 64 MB de memória
    Vídeo: 16 MB
    Espaço em disco: 580 MB livres em disco


    Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    CD 1

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



    Screenshots




    Medo não é uma emoção fácil de se capturar em palavras. O mesmo acontece nos games - a série "Resident Evil" capitalizou os sustos, mas só depois de alguns anos que títulos como "Silent Hill" e "Fatal Frame" começaram a explorar as possibilidades do terror psicológico em mídia interativa. A Ubisoft decidiu seguir a tendência com "Cold Fear".

    O primeiro elemento clássico para a receita: estar sozinho em um ambiente perigoso. Jogadores encarnam o membro da guarda costeira americana Tom Hansen, enviado para investigar o aparecimento de um navio russo que caçava baleias. A embarcação está no meio de uma tempestade no estreito de Bering.

    Quem já está acostumado com o gênero já deve suspeitar que o navio vai parecer vazio no começo, para então revelar algo que não é exatamente humano. Em pouco tempo, a investigação de rotina se torna uma batalha pela sobrevivência.

    A Ubisoft promete diversos elementos assustadores, do mar bravio - que resulta em ambientes dinâmicos - aos inimigos inteligentes, a trama cheia de surpresas trará horror aos corações mais fortes... um salva-vidas não será o suficiente para sair dessa vivo.

    "Cold Fear" terá versões para PC, Xbox e PlayStation 2.




    Pentium III 1GHz;
    256MB de RAM; 2,2GB de HD;
    DVD 8X;
    Placa 3D com 64MB de RAM



    Image Hosted by ImageShack.us
    Download
    http://www.kshop.info/downloads/ColdFear_rapid1_a8411.html

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



    Screenshots



    Tudo leva a crer que não existiam vendedores de seguro no Egito Antigo: os tesouros e túmulos dos faraós eram protegidos com terríveis maldições. Em "The Eye of Isis", uma estatueta que supostamente traz uma maldição que causa loucura e morte violenta acaba de ser roubada de um museu. A maldição se manisfesta de forma peculiar - mesmo que um tanto previsível: múmias voltam a vida e começam a buscar vingança.

    Você é Darien Dane. Junto com um amigo e assistente, sua missão é recuperar o ídolo roubado, atravessar meio mundo em trem e navio, e devolver o artefato até a pirâmide onde ele foi encontrado. Mas isso não será fácil: a viagem será um verdadeiro pesadelo, trazendo assassinatos, mistérios e horrores inesperados.

    A missão começa com a exploração do museu onde o roubo aconteceu. Uma série de objetos inanimados ganham vida e começam a ilustrar a natureza mística da relíquia. Isso é apenas o começo: ladrões e antigos deuses entraram no seu caminho para impedir seu sucesso.

    O jogo utiliza o próprio mecanismo do jogo para desenrolar a trama, apresentando novos personagens e dando arrepios no pobre Darien.

    "The Eye of Isis" terá versões para PC e Xbox.

    Screenshots
  • Software desenvolvido para Windows Me,Windows 2000,Windows XP,Windows 98
  • Processador Pentium III/600 MHz
  • 128 de memória RAM
  • 700 de espaço livre no disco rígido
  • CD-Rom 2 X
  • Placa gráfica com 64 MB RAM, compatível com DirectX®


  • Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



    Screenshots



    Tudo leva a crer que não existiam vendedores de seguro no Egito Antigo: os tesouros e túmulos dos faraós eram protegidos com terríveis maldições. Em "The Eye of Isis", uma estatueta que supostamente traz uma maldição que causa loucura e morte violenta acaba de ser roubada de um museu. A maldição se manisfesta de forma peculiar - mesmo que um tanto previsível: múmias voltam a vida e começam a buscar vingança.

    Você é Darien Dane. Junto com um amigo e assistente, sua missão é recuperar o ídolo roubado, atravessar meio mundo em trem e navio, e devolver o artefato até a pirâmide onde ele foi encontrado. Mas isso não será fácil: a viagem será um verdadeiro pesadelo, trazendo assassinatos, mistérios e horrores inesperados.

    A missão começa com a exploração do museu onde o roubo aconteceu. Uma série de objetos inanimados ganham vida e começam a ilustrar a natureza mística da relíquia. Isso é apenas o começo: ladrões e antigos deuses entraram no seu caminho para impedir seu sucesso.

    O jogo utiliza o próprio mecanismo do jogo para desenrolar a trama, apresentando novos personagens e dando arrepios no pobre Darien.

    "The Eye of Isis" terá versões para PC e Xbox.

    Screenshots
  • Software desenvolvido para Windows Me,Windows 2000,Windows XP,Windows 98
  • Processador Pentium III/600 MHz
  • 128 de memória RAM
  • 700 de espaço livre no disco rígido
  • CD-Rom 2 X
  • Placa gráfica com 64 MB RAM, compatível com DirectX®


  • Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:13



    Screenshots



    American McGee's Alice é um jogo de computador da EA em conjunto com a Rogue lançado em 1999. Baseado no clássico infantil Alice no País das Maravilhas, e no filme homônimo da Disney, o jogo passa a contar a história quando Alice, já adulta, retorna ao país da maravilhas. A razão de seu retorno varia de acordo com a fonte: no trailer de lançamento do jogo Alice aparece com os pulsos cortados, no Demo Alice está no manicômio quando recebe a visita do coelho, e no jogo em si não há muita explicação. O certo é que o país das maravilhas já não é o mesmo: o jogo é conduzido por uma trilha sonora macabra e a atmosfera é sombria; o gato Cheshire (ou gato-do-sorriso) e o coelho do relógio estão assustadores, e Alice não fica atrás..

    Apesar de se basear em um conto infantil, American McGee's (o designer-chefe) criou um jogo extremamente violento: Alice usa facões para cortar a cabeça de seus inimigos. Bombas e magias disfarçados de brinquedos também fazem parte de seus arsenal.

    Foi um dos jogos mais vendidos de todos os tempos, atingindo cerca de 1 milhão de cópias.De


    Processador: Pentium II 400 MHz ou Athlon equivalente
    RAM: 64 MB de memória
    Vídeo: 16 MB
    Espaço em disco: 580 MB livres em disco


    Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    CD 1

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:12



    Screenshots




    Silent Hill 4 é um título do gênero horror survival, criado por jogos como Alone in the Dark e consolidado por outros como Resident Evil. Seguindo a mesma linha dos seus antecessores, o game é focado no terror psicológico e na exploração, apesar de oferecer uma jogabilidade que a princípio parece favorecer o combate.
    Você está na pele de Henry Townshend, um morador de South Ashville (cidade próxima a Silent Hill). Após cinco dias preso em seu apartamento por uma estranha força e tendo os mais sinistros pesadelos, Henry inexplicavelmente encontra um buraco em seu banheiro, que leva-o a um mundo bizarro — e, de certa forma, ligado à realidade.
    A mecânica do game é bastante parecida aos jogos que consolidaram o estilo. A visão é em terceira pessoa, e há diversos itens que devem ser usados para resolver os quebra-cabeças. Para ajudá-lo a solucionar os enigmas e entender o enredo, há diversos documentos espalhados pelo mundo de Silent Hill. Há também armas que vão desde machados até espingardas e ajudam-no a combater as criaturas medonhas que assombram os locais por onde você passa.





    Processador: Pentium IV 1,0 GHz ou Athlon equivalente
    RAM: 256 MB de memória
    Vídeo: 32 MB
    Espaço em disco: 4,0 GB livres em disco
    Sistema Operacional: Windows 98/2000/ME/XP
    DirectX: 8.1
    Outros: Mínimo: GeForce3 Ti/Radeon 8500 Video Chipset c/32 MB VRAM, 2x DVD-ROM drive

    Recomendado: GeForce 4 Ti/Radeon 8500 V

    Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:12



    Screenshots




    Resident Evil é um jogo eletrônico do gênero survival horror, feito pela Capcom. Lançado originalmente para o PlayStation em 1996, fora no ano seguinte convertido para PC e Sega Saturn e relançado no PlayStation em versões especiais por duas vezes. Também recebeu remakes para o Nintendo GameCube (2002) e Nintendo DS (2005, sob o título Resident Evil: Deadly Silence).

    Grande sucesso, o jogo tornou popular o gênero survivor horror e deu origem a uma série.




    Image Hosted by ImageShack.us

    Download
    Resident Evil 1 versão para PC


    Parte 01: http://rapidshare.com/files/46844211/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part1.rar
    Parte 02: http://rapidshare.com/files/46854252/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part2.rar
    Parte 03: http://rapidshare.com/files/46864156/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part3.rar
    Parte 04: http://rapidshare.com/files/46926358/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part4.rar


    Parte 01 a 03............................: 100 MB
    Parte 04....................................: 45 MB


    Resident Evil 1 versão para PC em português BR

    Parte 01: http://rapidshare.com/files/47408233/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part1.rar
    Parte 02: http://rapidshare.com/files/47420361/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part2.rar
    Parte 03: http://rapidshare.com/files/47601226/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part3.rar
    Parte 04: http://rapidshare.com/files/47608701/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part4.rar

    Parte 01 a 03..........................: 100 MB
    Parte 04..................................: 55 MB

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:12



    Screenshots




    Silent Hill 4 é um título do gênero horror survival, criado por jogos como Alone in the Dark e consolidado por outros como Resident Evil. Seguindo a mesma linha dos seus antecessores, o game é focado no terror psicológico e na exploração, apesar de oferecer uma jogabilidade que a princípio parece favorecer o combate.
    Você está na pele de Henry Townshend, um morador de South Ashville (cidade próxima a Silent Hill). Após cinco dias preso em seu apartamento por uma estranha força e tendo os mais sinistros pesadelos, Henry inexplicavelmente encontra um buraco em seu banheiro, que leva-o a um mundo bizarro — e, de certa forma, ligado à realidade.
    A mecânica do game é bastante parecida aos jogos que consolidaram o estilo. A visão é em terceira pessoa, e há diversos itens que devem ser usados para resolver os quebra-cabeças. Para ajudá-lo a solucionar os enigmas e entender o enredo, há diversos documentos espalhados pelo mundo de Silent Hill. Há também armas que vão desde machados até espingardas e ajudam-no a combater as criaturas medonhas que assombram os locais por onde você passa.





    Processador: Pentium IV 1,0 GHz ou Athlon equivalente
    RAM: 256 MB de memória
    Vídeo: 32 MB
    Espaço em disco: 4,0 GB livres em disco
    Sistema Operacional: Windows 98/2000/ME/XP
    DirectX: 8.1
    Outros: Mínimo: GeForce3 Ti/Radeon 8500 Video Chipset c/32 MB VRAM, 2x DVD-ROM drive

    Recomendado: GeForce 4 Ti/Radeon 8500 V

    Image Hosted by ImageShack.us
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:12



    Screenshots




    Resident Evil é um jogo eletrônico do gênero survival horror, feito pela Capcom. Lançado originalmente para o PlayStation em 1996, fora no ano seguinte convertido para PC e Sega Saturn e relançado no PlayStation em versões especiais por duas vezes. Também recebeu remakes para o Nintendo GameCube (2002) e Nintendo DS (2005, sob o título Resident Evil: Deadly Silence).

    Grande sucesso, o jogo tornou popular o gênero survivor horror e deu origem a uma série.




    Image Hosted by ImageShack.us

    Download
    Resident Evil 1 versão para PC


    Parte 01: http://rapidshare.com/files/46844211/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part1.rar
    Parte 02: http://rapidshare.com/files/46854252/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part2.rar
    Parte 03: http://rapidshare.com/files/46864156/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part3.rar
    Parte 04: http://rapidshare.com/files/46926358/RE1PC-_REBR_-by_Lima.part4.rar


    Parte 01 a 03............................: 100 MB
    Parte 04....................................: 45 MB


    Resident Evil 1 versão para PC em português BR

    Parte 01: http://rapidshare.com/files/47408233/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part1.rar
    Parte 02: http://rapidshare.com/files/47420361/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part2.rar
    Parte 03: http://rapidshare.com/files/47601226/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part3.rar
    Parte 04: http://rapidshare.com/files/47608701/RE1BRPC-_REBR_-by_Lima.part4.rar

    Parte 01 a 03..........................: 100 MB
    Parte 04..................................: 55 MB

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:11



    Screenshots


    O jogo começa com Heather, que é a personagem principal do game e que é filha de Harry Mason (para quem já jogou Silent Hill 1 para o PsOne já deve conhece-lo). Ela acorda de um pesadelo em que ela estava em um parque de diversões em Silent Hill, que futuramente a leva para a cidade que todos os fãs da série já conhecem. Para quem não jogou Silent Hill 1 (como eu), terá a sorte, pois o jogo conta um pouco sobre o ocorrido a 17 anos atrás, quando Harry encontrou uma criança, que era Heather, porém seu verdadeiro nome é Cheryl, além de ser a reencarnação da Deusa Alessa.
    Com o assassinato de seu pai Harry, Heather vai a cidade de Silent Hill descobrir mais sobre seu passado.
    Mas o game não começa já na cidade de Silent Hill. Nesse 3º game da série, Heather começa em um Shopping que aparentemente está “possuído” e que dá uma amostra do que realmente a espera em Silent Hill, onde Healther dará um fim definitivo a todo o mistério, ou talvez não. Quando será que Heather vai acordar desse pesadelo?
    Silent Hill 3 tem algumas coisas novas em relação a sua jogabilidade, comparado com as versões anteriores. Dessa vez o jogador pode dar uma volta para trás mais rápido, e é possível correr por mais tempo, pois Heather não irá se cansar tão depressa, diferente de James Sunderland em Silent Hill 2, que corria durante 10 segundos e já estava quase morrendo de cansaço. Mas ela se cansa fácil quando nas lutas ataca várias vezes seguidas. A jogabilidade continua sendo a mesma da série em 3ª pessoa e com a câmera já estabelecida nos locais, mas sendo possível alterná-la para frente ou para trás.
    Na parte das lutas, quase não houve mudanças, basta pressionar o botão de levantar a guarda e bater ou atirar nos monstros, e claro, a versão para PS2 é diferente da de PC. No PS2 a jogabilidade é mais solta e fácil de controlar. Já jogar no PC, com o teclado e mouse, pode-se tornar mais chato, mas nada que possa ser muito difícil, e nada que a pratica não resolva.



    Processador: Pentium IV 1,0 GHz ou Athlon equivalente
    RAM: 256 MB de memória
    Vídeo: 32 MB
    Espaço em disco: 1,6 GB livres em disco
    Sistema Operacional: Windows 98/2000/ME/XP
    DirectX: 9.0



    Image Hosted by ImageShack.us
    Download


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:11


















    Screenshots



    A história de Silent Hill 2 é bastante simples e surreal. James Sunderland recebe uma carta da mulher, Mary, morta há anos, que pede para ele reencontrá-la na velha e conhecida cidade de Silent Hill. Desesperado e apaixonado, James segue à risca o pedido da carta, na esperança de rever o seu grande amor. Chegando lá, ele vê que as coisas não mudaram muito em relação ao primeiro jogo, e Silent Hill continua sendo um lugar amaldiçoado, abandonado, inóspito e muito assustador.

    Seu objetivo durante a jogatina consiste basicamente em encontrar pistas para achar Mary. James parece não acreditar que a esposa morreu, e durante muitos momentos, a história te leva a crer que você poderia estar delirando, que há alguma coisa errada com aquilo tudo. Afinal de contas, que lugar é esse, cheio de monstros, fantasmas e poucas pessoas vivas, que parecem ter algum distúrbio mental?

    Se você está esperando uma história certinha, com princípio, meio e fim, então Silent Hill 2 não é para você. O jogo, basicamente, é uma história de amor inspirada no estilo do diretor David Lynch de fazer cinema, tendo referências claras de filmes como Twin Peaks, A Estrada Perdida e Mulholland Drive. O clima mórbido, acontecimentos sem pé nem cabeça, analogias sutis com a vida real, personagens saturados de emoções, sexualidade implícita, visual desconcertante e associações livres são características fortes presentes no jogo da Konami.

    E é isso o mais legal em Silent Hill 2. Assim como nos filmes de Lynch, ele é um jogo em que cada um pode criar sua própria interpretação dos detalhes, fatos e história. Não existe o certo e nem o errado, só o duvidoso.

    Esse contexto deveras esquizofrênico serve como combustível para atormentar ainda mais sua cabeça em uma espécie de terror psicológico, muito sutil. Quando você desliga o Playstation 2, terás a sensação de que algumas daquelas cenas encontradas no jogo poderiam acontecer com você, um mero mortal. E é aí que reside o fator "medo" de Silent Hill 2, na crença da improbabilidade dos acontecimentos supra-normais.

    Eu já vi esse filme antes

    O maior problema de Silent Hill 2 é que o jogo não é uma evolução substancial do primeiro episódio; este sim, que quebrou paradigmas na indústria dos jogos.

    O "engine" gráfico parece ser o mesmo do Silent Hill original (que era, graficamente, à frente de seu tempo) lançado há mais de dois anos, e apenas adaptado ao poder de processamento do Playstation 2. A neblina agora está bem realista, a distância de visão do horizonte é maior, os movimentos dos personagens são mais suaves e as texturas, bem variadas e trabalhadas. A iluminação recebeu uma significativa melhora, e finalmente, mostra as sombras dos objetos perfeitamente, variando conforme o ângulo da luz. O jogo também tem aquele efeito granulado para dar um efeito de escuridão, igual ao visto quando você entra em um quarto escuro.

    Mais uma vez, constatamos que todo o aparato tecnológico do Playstation 2 não foi utilizado no seu potencial pleno. Felizmente, as cenas em computação gráfica são bastante críveis, e apesar de alguns movimentos truncados dos personagens, são de excelente qualidade.

    A trilha sonora é composta de músicas melancólicas e de suspense, que são muito bem trabalhadas, fazendo o seu cérebro virar um poderoso "Emotion Engine". O som perturbador de Silent Hill 2 é o que mais te deixa no clima, e não os gráficos.

    A jogabilidade é idêntica ao do primeiro jogo da série, em um estilo similar a Resident Evil. Você tem que explorar bastante o cenário, achar pistas, ir ali, trazer um objeto, resolver puzzles, etc. Este é um tipo de jogabilidade, diga-se de passagem, já bastante desgastada. Em muitas horas, você fica vagando pelo imenso cenário sem saber o que fazer, experimentando, procurando alguma coisa, voltando aonde já foi... Alguns itens também são muito difíceis de se ver no escuro, e você poderá perder horas apenas tentando encontrá-los. Em suma, Silent Hill 2 é frustrante em muitos momentos, e não te deixa ligado o tempo todo. Isso pode irritar os mais impacientes.

    Mas, de um modo geral, Silent Hill 2 tem muito mais aspectos positivos do que negativos.

    O Veredicto: Silent Hill 2 é um polimento do jogo anterior, sem as mesmas surpresas que fizeram tanto impacto na época do seu lançamento. É indicado para quem aprecia o clima e o desenrolar da história, e tem estômago forte. Suas cenas são para adulto nenhum botar defeito, misturando sexualidade, horror e suspense em doses generosas. Boo!



    Processador: Pentium III 700 MHz ou Athlon equivalente
    RAM: 64 MB de memória
    Vídeo: 62 MB
    Espaço em disco: 1,8 GB livres em disco


    http://rapidshare.com/files/65455349/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part2.rar
    http://rapidshare.com/files/65459412/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part3.rar
    http://rapidshare.com/files/65463184/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part4.rar
    http://rapidshare.com/files/65466815/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part5.rar
    http://rapidshare.com/files/65470343/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part6.rar
    http://rapidshare.com/files/65473757/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part7.rar
    http://rapidshare.com/files/65474670/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part8.rar
    http://rapidshare.com/files/65477856/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part1.rar
    http://rapidshare.com/files/65481207/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part2.rar
    http://rapidshare.com/files/65484848/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part3.rar
    http://rapidshare.com/files/65489268/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part4.rar
    http://rapidshare.com/files/65497260/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part5.rar
    http://rapidshare.com/files/65508024/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part6.rar
    http://rapidshare.com/files/65519615/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part7.rar
    http://rapidshare.com/files/65522369/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part8.rar
    http://rapidshare.com/files/65534215/3_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part1.rar
    http://rapidshare.com/files/65546812/3_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part2.rar
    http://rapidshare.com/files/65555273/3_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part3.rar
    SENHA:asimarda260

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:11



    Screenshots


    O jogo começa com Heather, que é a personagem principal do game e que é filha de Harry Mason (para quem já jogou Silent Hill 1 para o PsOne já deve conhece-lo). Ela acorda de um pesadelo em que ela estava em um parque de diversões em Silent Hill, que futuramente a leva para a cidade que todos os fãs da série já conhecem. Para quem não jogou Silent Hill 1 (como eu), terá a sorte, pois o jogo conta um pouco sobre o ocorrido a 17 anos atrás, quando Harry encontrou uma criança, que era Heather, porém seu verdadeiro nome é Cheryl, além de ser a reencarnação da Deusa Alessa.
    Com o assassinato de seu pai Harry, Heather vai a cidade de Silent Hill descobrir mais sobre seu passado.
    Mas o game não começa já na cidade de Silent Hill. Nesse 3º game da série, Heather começa em um Shopping que aparentemente está “possuído” e que dá uma amostra do que realmente a espera em Silent Hill, onde Healther dará um fim definitivo a todo o mistério, ou talvez não. Quando será que Heather vai acordar desse pesadelo?
    Silent Hill 3 tem algumas coisas novas em relação a sua jogabilidade, comparado com as versões anteriores. Dessa vez o jogador pode dar uma volta para trás mais rápido, e é possível correr por mais tempo, pois Heather não irá se cansar tão depressa, diferente de James Sunderland em Silent Hill 2, que corria durante 10 segundos e já estava quase morrendo de cansaço. Mas ela se cansa fácil quando nas lutas ataca várias vezes seguidas. A jogabilidade continua sendo a mesma da série em 3ª pessoa e com a câmera já estabelecida nos locais, mas sendo possível alterná-la para frente ou para trás.
    Na parte das lutas, quase não houve mudanças, basta pressionar o botão de levantar a guarda e bater ou atirar nos monstros, e claro, a versão para PS2 é diferente da de PC. No PS2 a jogabilidade é mais solta e fácil de controlar. Já jogar no PC, com o teclado e mouse, pode-se tornar mais chato, mas nada que possa ser muito difícil, e nada que a pratica não resolva.



    Processador: Pentium IV 1,0 GHz ou Athlon equivalente
    RAM: 256 MB de memória
    Vídeo: 32 MB
    Espaço em disco: 1,6 GB livres em disco
    Sistema Operacional: Windows 98/2000/ME/XP
    DirectX: 9.0



    Image Hosted by ImageShack.us
    Download


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:11


















    Screenshots



    A história de Silent Hill 2 é bastante simples e surreal. James Sunderland recebe uma carta da mulher, Mary, morta há anos, que pede para ele reencontrá-la na velha e conhecida cidade de Silent Hill. Desesperado e apaixonado, James segue à risca o pedido da carta, na esperança de rever o seu grande amor. Chegando lá, ele vê que as coisas não mudaram muito em relação ao primeiro jogo, e Silent Hill continua sendo um lugar amaldiçoado, abandonado, inóspito e muito assustador.

    Seu objetivo durante a jogatina consiste basicamente em encontrar pistas para achar Mary. James parece não acreditar que a esposa morreu, e durante muitos momentos, a história te leva a crer que você poderia estar delirando, que há alguma coisa errada com aquilo tudo. Afinal de contas, que lugar é esse, cheio de monstros, fantasmas e poucas pessoas vivas, que parecem ter algum distúrbio mental?

    Se você está esperando uma história certinha, com princípio, meio e fim, então Silent Hill 2 não é para você. O jogo, basicamente, é uma história de amor inspirada no estilo do diretor David Lynch de fazer cinema, tendo referências claras de filmes como Twin Peaks, A Estrada Perdida e Mulholland Drive. O clima mórbido, acontecimentos sem pé nem cabeça, analogias sutis com a vida real, personagens saturados de emoções, sexualidade implícita, visual desconcertante e associações livres são características fortes presentes no jogo da Konami.

    E é isso o mais legal em Silent Hill 2. Assim como nos filmes de Lynch, ele é um jogo em que cada um pode criar sua própria interpretação dos detalhes, fatos e história. Não existe o certo e nem o errado, só o duvidoso.

    Esse contexto deveras esquizofrênico serve como combustível para atormentar ainda mais sua cabeça em uma espécie de terror psicológico, muito sutil. Quando você desliga o Playstation 2, terás a sensação de que algumas daquelas cenas encontradas no jogo poderiam acontecer com você, um mero mortal. E é aí que reside o fator "medo" de Silent Hill 2, na crença da improbabilidade dos acontecimentos supra-normais.

    Eu já vi esse filme antes

    O maior problema de Silent Hill 2 é que o jogo não é uma evolução substancial do primeiro episódio; este sim, que quebrou paradigmas na indústria dos jogos.

    O "engine" gráfico parece ser o mesmo do Silent Hill original (que era, graficamente, à frente de seu tempo) lançado há mais de dois anos, e apenas adaptado ao poder de processamento do Playstation 2. A neblina agora está bem realista, a distância de visão do horizonte é maior, os movimentos dos personagens são mais suaves e as texturas, bem variadas e trabalhadas. A iluminação recebeu uma significativa melhora, e finalmente, mostra as sombras dos objetos perfeitamente, variando conforme o ângulo da luz. O jogo também tem aquele efeito granulado para dar um efeito de escuridão, igual ao visto quando você entra em um quarto escuro.

    Mais uma vez, constatamos que todo o aparato tecnológico do Playstation 2 não foi utilizado no seu potencial pleno. Felizmente, as cenas em computação gráfica são bastante críveis, e apesar de alguns movimentos truncados dos personagens, são de excelente qualidade.

    A trilha sonora é composta de músicas melancólicas e de suspense, que são muito bem trabalhadas, fazendo o seu cérebro virar um poderoso "Emotion Engine". O som perturbador de Silent Hill 2 é o que mais te deixa no clima, e não os gráficos.

    A jogabilidade é idêntica ao do primeiro jogo da série, em um estilo similar a Resident Evil. Você tem que explorar bastante o cenário, achar pistas, ir ali, trazer um objeto, resolver puzzles, etc. Este é um tipo de jogabilidade, diga-se de passagem, já bastante desgastada. Em muitas horas, você fica vagando pelo imenso cenário sem saber o que fazer, experimentando, procurando alguma coisa, voltando aonde já foi... Alguns itens também são muito difíceis de se ver no escuro, e você poderá perder horas apenas tentando encontrá-los. Em suma, Silent Hill 2 é frustrante em muitos momentos, e não te deixa ligado o tempo todo. Isso pode irritar os mais impacientes.

    Mas, de um modo geral, Silent Hill 2 tem muito mais aspectos positivos do que negativos.

    O Veredicto: Silent Hill 2 é um polimento do jogo anterior, sem as mesmas surpresas que fizeram tanto impacto na época do seu lançamento. É indicado para quem aprecia o clima e o desenrolar da história, e tem estômago forte. Suas cenas são para adulto nenhum botar defeito, misturando sexualidade, horror e suspense em doses generosas. Boo!



    Processador: Pentium III 700 MHz ou Athlon equivalente
    RAM: 64 MB de memória
    Vídeo: 62 MB
    Espaço em disco: 1,8 GB livres em disco


    http://rapidshare.com/files/65455349/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part2.rar
    http://rapidshare.com/files/65459412/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part3.rar
    http://rapidshare.com/files/65463184/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part4.rar
    http://rapidshare.com/files/65466815/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part5.rar
    http://rapidshare.com/files/65470343/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part6.rar
    http://rapidshare.com/files/65473757/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part7.rar
    http://rapidshare.com/files/65474670/1_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part8.rar
    http://rapidshare.com/files/65477856/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part1.rar
    http://rapidshare.com/files/65481207/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part2.rar
    http://rapidshare.com/files/65484848/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part3.rar
    http://rapidshare.com/files/65489268/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part4.rar
    http://rapidshare.com/files/65497260/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part5.rar
    http://rapidshare.com/files/65508024/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part6.rar
    http://rapidshare.com/files/65519615/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part7.rar
    http://rapidshare.com/files/65522369/2_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part8.rar
    http://rapidshare.com/files/65534215/3_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part1.rar
    http://rapidshare.com/files/65546812/3_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part2.rar
    http://rapidshare.com/files/65555273/3_DC_2_lliH_tneliS_asimarda260.part3.rar
    SENHA:asimarda260

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:09


    Download Quake 4
    Gênero: Tiro em 1ª Pessoa / Ficção Científica Distribuidora: Activision Desenvolvedora: Raven Software Site oficial: http://www.quake4game.com Requisitos mínimos Processador: Pentium IV 2,0 GHz ou Athlon equivalente RAM: 512 MB de memória Vídeo: 64 MB Espaço em disco: 2,8 GB livres em disco Sistema Operacional: Windows® 2000/XP DirectX: v9.0c Tipo: Torrent Tamanho do Arquivo:100kb Tmanho do Jogo Após o Download:2.17GB Download Links: Megaupload Rapidshare Link Direto Download Doom 3

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:09


    Download Quake 4
    Gênero: Tiro em 1ª Pessoa / Ficção Científica Distribuidora: Activision Desenvolvedora: Raven Software Site oficial: http://www.quake4game.com Requisitos mínimos Processador: Pentium IV 2,0 GHz ou Athlon equivalente RAM: 512 MB de memória Vídeo: 64 MB Espaço em disco: 2,8 GB livres em disco Sistema Operacional: Windows® 2000/XP DirectX: v9.0c Tipo: Torrent Tamanho do Arquivo:100kb Tmanho do Jogo Após o Download:2.17GB Download Links: Megaupload Rapidshare Link Direto Download Doom 3

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:07


    "Ford Racing: Off Road" reúne 18 veículos off road, entre 4X4 e SUVs, em corridas ao longo de cenários exuberantes, mas com pistas em condições extremas - são 24 circuitos, mais especificamente, feitos para explorar a velocidade das máquinas, e com rotas alternativas para tentar cruzar a linha de chegada antes dos concorrentes.

    O game reúne veículos Ford e Land Rover oficialmente licenciados, inclusive modelos conceituais que nunca foram colocados em nenhum outro jogo temático da montadora. Com uma típica mecânica arcade, "Ford Racing: Off Road" não é lá muito exigente em termos de técnicas de direção, mas ao menos é possível manobrar as camionetes nas curvas através de derrapagens.

    Os bólidos sofrem danos, mas com itens coletados pelo caminho podem ser reparados imediatamente. Os itens, aliás, oferecem outros benefícios, como tempo extra para completar a prova, artefatos e até mesmo dinheiro.

    "Ford Racing: Off Road" é um game fácil de jogar, por isso qualquer um que pegá-lo tende a não ter muito trabalho para dominar a direção. Esta versão inclui modo multiplayer via tela dividida para dois participantes.

    Image Hosted by ImageShack.us

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 15:07


    "Ford Racing: Off Road" reúne 18 veículos off road, entre 4X4 e SUVs, em corridas ao longo de cenários exuberantes, mas com pistas em condições extremas - são 24 circuitos, mais especificamente, feitos para explorar a velocidade das máquinas, e com rotas alternativas para tentar cruzar a linha de chegada antes dos concorrentes.

    O game reúne veículos Ford e Land Rover oficialmente licenciados, inclusive modelos conceituais que nunca foram colocados em nenhum outro jogo temático da montadora. Com uma típica mecânica arcade, "Ford Racing: Off Road" não é lá muito exigente em termos de técnicas de direção, mas ao menos é possível manobrar as camionetes nas curvas através de derrapagens.

    Os bólidos sofrem danos, mas com itens coletados pelo caminho podem ser reparados imediatamente. Os itens, aliás, oferecem outros benefícios, como tempo extra para completar a prova, artefatos e até mesmo dinheiro.

    "Ford Racing: Off Road" é um game fácil de jogar, por isso qualquer um que pegá-lo tende a não ter muito trabalho para dominar a direção. Esta versão inclui modo multiplayer via tela dividida para dois participantes.

    Image Hosted by ImageShack.us

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:53



    Nome:
    Chrono Cross - NTSC (U)
    Tamanho:
    CD1: 353 MBCD2: 330 MB
    Formato:
    .7z (7zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    CD1

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:53



    Nome:
    Chrono Cross - NTSC (U)
    Tamanho:
    CD1: 353 MBCD2: 330 MB
    Formato:
    .7z (7zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    CD1

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:52



    Nome:
    Chase the Express (PAL-E)
    Tamanho:
    Disco 1: 463.38 MB
    Disco 2: 473.81 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    aniUP
    Download:
    Disco 1 Disco 2

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:52



    Nome:
    Chase the Express (PAL-E)
    Tamanho:
    Disco 1: 463.38 MB
    Disco 2: 473.81 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    aniUP
    Download:
    Disco 1 Disco 2

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:51





    Nome:
    Castlevania - Chronicles (NTSC-U)
    Tamanho:
    378.33 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:51



    Nome:
    Castlevania Symphony of the Night (NTSC-U)
    Tamanho:
    346.54 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:51





    Nome:
    Castlevania - Chronicles (NTSC-U)
    Tamanho:
    378.33 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:51



    Nome:
    Castlevania Symphony of the Night (NTSC-U)
    Tamanho:
    346.54 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:50



    Nome:
    Breath of Fire IV
    Tamanho:
    191.29MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    MegaUpload
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:50


    Pessoal esse jogo tem duas versões:




    Inglês


    Nome:
    Breath of Fire III (NTSC-U)
    Tamanho:
    74.2 MB
    Formato:
    .7z (7-Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    Francês

    Nome:
    Breath of Fire III (F)
    Tamanho:
    106.87 MB
    Formato:
    .7z (7-Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    BestSharing
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:50



    Nome:
    Breath of Fire IV
    Tamanho:
    191.29MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    MegaUpload
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:50


    Pessoal esse jogo tem duas versões:




    Inglês


    Nome:
    Breath of Fire III (NTSC-U)
    Tamanho:
    74.2 MB
    Formato:
    .7z (7-Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    Francês

    Nome:
    Breath of Fire III (F)
    Tamanho:
    106.87 MB
    Formato:
    .7z (7-Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    BestSharing
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:49



    Nome:
    Break Out (RIP)
    Tamanho:
    4.82 MB
    Formato:
    .7z (7Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:49



    Nome:
    Bomberman World (NTSC-U)
    Tamanho:
    303.67 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:49



    Nome:
    Break Out (RIP)
    Tamanho:
    4.82 MB
    Formato:
    .7z (7Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:49



    Nome:
    Bomberman World (NTSC-U)
    Tamanho:
    303.67 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:48


    Nome:
    Bogey Dead 6 (NTSC-U)
    Tamanho:
    213.63 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:48


    Nome:
    Bogey Dead 6 (NTSC-U)
    Tamanho:
    213.63 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:47



    Nome:
    Batman & Robin (NTSC-U)
    Tamanho:
    314.8 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:47



    Nome:
    Ballistic (RIP)
    Tamanho:
    6.56 MB
    Formato:
    .7z (7zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:47



    Nome:
    Batman & Robin (NTSC-U)
    Tamanho:
    314.8 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:47



    Nome:
    Ballistic (RIP)
    Tamanho:
    6.56 MB
    Formato:
    .7z (7zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:46



    Nome:
    Apocalypse (NTSC-U)
    Tamanho:
    226 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    odrigo Alves
    Servidor:
    FlyUpload
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:46



    Nome:
    Apocalypse (NTSC-U)
    Tamanho:
    226 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    odrigo Alves
    Servidor:
    FlyUpload
    Download

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:45



    Nome:
    Area 51 (NTSC-U)
    Tamanho:
    368 MB
    Formato:
    .7z (7Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    zUpload
    Download:
    Clique Aqui Mirror

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:45



    Nome:
    Area 51 (NTSC-U)
    Tamanho:
    368 MB
    Formato:
    .7z (7Zip)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    zUpload
    Download:
    Clique Aqui Mirror

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:44



    Nome:
    Alone in the Dark - The New Nightmare (NTSC-U)
    Tamanho:
    CD1: 354.91 MB
    CD2: 391.38 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Disco 1

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:44



    Nome:
    Alone in the Dark - The New Nightmare (NTSC-U)
    Tamanho:
    CD1: 354.91 MB
    CD2: 391.38 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Disco 1

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:43








    Nome:
    Alien Ressurrection (NTSC-U)
    Tamanho:
    168.54 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:43








    Nome:
    Alien Ressurrection (NTSC-U)
    Tamanho:
    168.54 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:42



    Nome:
    Air Hockey
    Tamanho:
    5.28 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:42



    Nome:
    Air Hockey
    Tamanho:
    5.28 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:41



    Nome:
    Agent Armstrong (RIP)
    Tamanho:
    7.35 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:41



    Nome:
    Agent Armstrong (RIP)
    Tamanho:
    7.35 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Rapidshare
    Download:
    Clique Aqui

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:40



    Nome:
    Action Bass (NTSC-U)
    Tamanho:
    71.89 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:40



    Nome:
    Action Bass (NTSC-U)
    Tamanho:
    71.89 MB
    Formato:
    .rar (Winrar)
    Uploader:
    Rodrigo Alves
    Servidor:
    Megarotic
    Download:
    Clique Aqui


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:34




    Análise:

    "...impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas..."

    Verificando a biblioteca e jogos do PSP, pode-se notar que os jogos de corrida tem sido os mais numerosos e também um dos mais procurados pelos consumidores, com as produtoras lançando suas franquias tradicionais, como é o caso de "Ridge Racers" da Namco, "Need for Speed Underground" da Electronic Arts e "Midnight Club 3: Dub Edition" da Rockstar Games.

    A Criterion Software, que pertence à Electronic Arts, também embarcou nessa onda e trouxe uma espécie de "melhores momentos" da série "Burnout" para o portátil da Sony. E esse é um dos primeiros títulos de uma geração de games que explora melhor a capacidade do PSP, com um resultado bastante próximo às versões para consoles de mesa.

    Lenda de bolso

    A base de "Burnout Legends" é "Burnout 3: Takedown", lançado para PlayStation 2 e Xbox no ano passado. Mas adiciona alguns elementos dos games anteriores, como pistas do primeiro e do segundo jogo, além de um modo de perseguição, em que o jogador controla um carro de polícia e tenta destruir o oponente batendo seu veículo contra o dele, como no tradicional arcade "Chase HQ" da Taito.

    A primeira surpresa vem nas primeiras corridas, com uma ótima sensação de velocidade, mesmo correndo com os carros mais lentos do game. E a taxa de quadros é incrivelmente alta, resultando num fluxo de tela "macio". Não chega aos 60 quadros por segundo da versão para consoles, mas está muito próximo. Outro ponto importante é que quase não há travamentos, com uma taxa de quadros que se mantém estável em boa parte do tempo.

    Naturalmente foram feitas algumas concessões para conseguir manter essa qualidade toda. O número de competidores foi diminuído, de seis para quatro, e há menos tráfego nas ruas. Os carros se deformam menos nos acidentes, principalmente os veículos comuns, que transitam nas ruas. Mesmo assim, a sua máquina e a dos oponentes têm inúmeros padrões de destruição.

    Queimando o asfalto

    Se "Gran Turismo" enfoca o lado simulador dos games de corrida, "Burnout" segue um caminho totalmente diferente, buscando ser o mais radical possível. Isso quer dizer corridas com velocidades insanas, em meio ao tráfego das grandes cidades, e vale tudo para vencer a competição. Os comandos estão mais difíceis e os carros derrapam mais nas curvas, mas, mesmo assim, é possível dirigir quase todo o trajeto usando o nitro.

    Por falar em nitro, ele é acumulado fazendo manobras arriscadas, como trafegar na contra-mão, passar de raspão nos carros, pulando vãos e dando cavalos-de-pau. Mas, como em "Burnout 3", a melhor maneira de conseguir nitro é fazendo os "takedowns" nos oponentes, quer dizer, levando-os a capotar ao colidir contra paredes ou contra outros carros. Fazendo isso, a barra de nitro cresce de tamanho, ficando até quatro vezes maior. Mas isso é um pouco mais difícil de se conseguir nesta versão.

    Outra função que veio diretamente da terceira edição são as provas de batida. Ao todo, são 100 cenários em que o objetivo é conseguir o maior acidente possível. O desafio consiste em bater em outro veículo e provocar um efeito de engavetamento. Aqui a função Impact Time tem maior utilidade. Com ele é possível, depois de capotar, deixar o tempo mais lento e controlar o vôo do seu carro. Depois que conseguir um determinado número de colisões, seu carro pode explodir e tentar envolver mais carros no acidente. A modalidade continua bastante divertida, apesar da diminuição do número carros na tela. Aqui também ocorrem alguns travamentos mais sérios, mas que não influenciam no controle.

    As provas de corrida são divididas em cinco categorias de carros. Começa-se com modelos compactos até as supermáquinas, passando por veículos esportivos e coupé. Naturalmente a velocidade e a dificuldade ficam cada vez mais altas. As regras das provas incluem corrida simples, recorde de tempo, desafio (corrida um-contra-um), Road Rage (necessário fazer uma quantidade de "takedowns"), Eliminator (último colocado em cada volta vai para o espaço) e Grand Prix. Vindo de "Burnout 2", há as fases de "Pursuit", cujo objetivo é fazer o oponente parar usando as técnicas para fazer os "takedowns".

    Impacto duplo

    Alguns dos problemas de "Burnout Legends" decorrem de sua pequena tela. Por mais que seja bem definida, é difícil observar a localização dos carros, mesmo por que o cenário seja bastante detalhado. Com o tempo, o jogador conseguirá desviar do tráfego observando a lanterna dos carros, que são um pouco mais evidentes. Outro problema é visualizar para onde vai a pista. A solução é praticar muito e tentar decorar os circuitos.

    Por falar em pistas, a Airport Terminal, vinda de "Burnout 2" caiu muito bem na mecânica insana de "Legends". Mas o mesmo não se pode dizer da Harbour Town, original da primeira versão. Ela é bem mais rigorosa que os outros circuitos, mas seu problema maior é que não casa com o atual sistema. Ademais, o visual da pista é visivelmente inferior aos outros cenários.

    A modalidade multiplayer, somente em rede local, traz mais diversão ao título. Muitas das provas ficam mais divertidas quanto maior o número de aparelhos conectados, seis no máximo. Seja corridas simples ou Road Rage, haverá um festival de trombadas e carros voando para todos os lados. O interessante é que é possível ligar diversas modalidades e competir por pontos.

    Algumas modalidades são apenas para dois jogadores, como os desafios, que permite conseguir mais carros de colecionador, a Double Impact, que é simplesmente o modo de batida com dois usuários, ou o de perseguição, similar ao modo de Single Player.

    Cópia carbono

    Um dos aspectos mais impressionantes de "Burnout Legends" é que o visual é muito similar aos de consoles de mesa, principalmente os cenários. Os carros também apresentam brilho e texturas bem definidas. Naturalmente, as deformações ficaram menos variadas, mas, mesmo assim, surpreendem. E o fluxo de tela também está quase igual ao PlayStation 2 e Xbox. De vez em quando aparecem alguns erros, como carros que somem e partes do chão que ficam tremendo, causando estranheza.

    O som também segue fiel às versões maiores, com sons bem definidos das batidas, do ronco dos motores e do cantar dos pneus. Como sempre, bandas desconhecidas e algumas mais famosas ficaram encarregadas da trilha sonora. No total são 21 faixas com muitas guitarras de um Junkie XL ou um Pennywise, por exemplo.

    "Burnout Legends" impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas na mecânica do título em que se baseia: "Burnout 3: Takedown". E a organização das provas combina completamente com o jeito casual de jogar um portátil, permitindo realizar algumas partidas mesmo com um pouquinho de tempo. Com 175 provas e uma modalidade multijogador bastante divertida, esse é um dos títulos quase obrigatórios para quem gosta de corridas insanas.

    Notas:

    PSPWorld: 9.1
    Gamespot: 9.0
    IGN: 8.5
    Uol Jogos: A


    Tamanho Compactado: 210mb Dividido em 3 partes (Duas de 100mb e uma de 10mb)
    Tamanho Descompactado: 500mb
    Servidor: Rapidshare


    Screens:









    Parte 1 Parte 2 Parte 3


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:34




    Análise:

    "...impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas..."

    Verificando a biblioteca e jogos do PSP, pode-se notar que os jogos de corrida tem sido os mais numerosos e também um dos mais procurados pelos consumidores, com as produtoras lançando suas franquias tradicionais, como é o caso de "Ridge Racers" da Namco, "Need for Speed Underground" da Electronic Arts e "Midnight Club 3: Dub Edition" da Rockstar Games.

    A Criterion Software, que pertence à Electronic Arts, também embarcou nessa onda e trouxe uma espécie de "melhores momentos" da série "Burnout" para o portátil da Sony. E esse é um dos primeiros títulos de uma geração de games que explora melhor a capacidade do PSP, com um resultado bastante próximo às versões para consoles de mesa.

    Lenda de bolso

    A base de "Burnout Legends" é "Burnout 3: Takedown", lançado para PlayStation 2 e Xbox no ano passado. Mas adiciona alguns elementos dos games anteriores, como pistas do primeiro e do segundo jogo, além de um modo de perseguição, em que o jogador controla um carro de polícia e tenta destruir o oponente batendo seu veículo contra o dele, como no tradicional arcade "Chase HQ" da Taito.

    A primeira surpresa vem nas primeiras corridas, com uma ótima sensação de velocidade, mesmo correndo com os carros mais lentos do game. E a taxa de quadros é incrivelmente alta, resultando num fluxo de tela "macio". Não chega aos 60 quadros por segundo da versão para consoles, mas está muito próximo. Outro ponto importante é que quase não há travamentos, com uma taxa de quadros que se mantém estável em boa parte do tempo.

    Naturalmente foram feitas algumas concessões para conseguir manter essa qualidade toda. O número de competidores foi diminuído, de seis para quatro, e há menos tráfego nas ruas. Os carros se deformam menos nos acidentes, principalmente os veículos comuns, que transitam nas ruas. Mesmo assim, a sua máquina e a dos oponentes têm inúmeros padrões de destruição.

    Queimando o asfalto

    Se "Gran Turismo" enfoca o lado simulador dos games de corrida, "Burnout" segue um caminho totalmente diferente, buscando ser o mais radical possível. Isso quer dizer corridas com velocidades insanas, em meio ao tráfego das grandes cidades, e vale tudo para vencer a competição. Os comandos estão mais difíceis e os carros derrapam mais nas curvas, mas, mesmo assim, é possível dirigir quase todo o trajeto usando o nitro.

    Por falar em nitro, ele é acumulado fazendo manobras arriscadas, como trafegar na contra-mão, passar de raspão nos carros, pulando vãos e dando cavalos-de-pau. Mas, como em "Burnout 3", a melhor maneira de conseguir nitro é fazendo os "takedowns" nos oponentes, quer dizer, levando-os a capotar ao colidir contra paredes ou contra outros carros. Fazendo isso, a barra de nitro cresce de tamanho, ficando até quatro vezes maior. Mas isso é um pouco mais difícil de se conseguir nesta versão.

    Outra função que veio diretamente da terceira edição são as provas de batida. Ao todo, são 100 cenários em que o objetivo é conseguir o maior acidente possível. O desafio consiste em bater em outro veículo e provocar um efeito de engavetamento. Aqui a função Impact Time tem maior utilidade. Com ele é possível, depois de capotar, deixar o tempo mais lento e controlar o vôo do seu carro. Depois que conseguir um determinado número de colisões, seu carro pode explodir e tentar envolver mais carros no acidente. A modalidade continua bastante divertida, apesar da diminuição do número carros na tela. Aqui também ocorrem alguns travamentos mais sérios, mas que não influenciam no controle.

    As provas de corrida são divididas em cinco categorias de carros. Começa-se com modelos compactos até as supermáquinas, passando por veículos esportivos e coupé. Naturalmente a velocidade e a dificuldade ficam cada vez mais altas. As regras das provas incluem corrida simples, recorde de tempo, desafio (corrida um-contra-um), Road Rage (necessário fazer uma quantidade de "takedowns"), Eliminator (último colocado em cada volta vai para o espaço) e Grand Prix. Vindo de "Burnout 2", há as fases de "Pursuit", cujo objetivo é fazer o oponente parar usando as técnicas para fazer os "takedowns".

    Impacto duplo

    Alguns dos problemas de "Burnout Legends" decorrem de sua pequena tela. Por mais que seja bem definida, é difícil observar a localização dos carros, mesmo por que o cenário seja bastante detalhado. Com o tempo, o jogador conseguirá desviar do tráfego observando a lanterna dos carros, que são um pouco mais evidentes. Outro problema é visualizar para onde vai a pista. A solução é praticar muito e tentar decorar os circuitos.

    Por falar em pistas, a Airport Terminal, vinda de "Burnout 2" caiu muito bem na mecânica insana de "Legends". Mas o mesmo não se pode dizer da Harbour Town, original da primeira versão. Ela é bem mais rigorosa que os outros circuitos, mas seu problema maior é que não casa com o atual sistema. Ademais, o visual da pista é visivelmente inferior aos outros cenários.

    A modalidade multiplayer, somente em rede local, traz mais diversão ao título. Muitas das provas ficam mais divertidas quanto maior o número de aparelhos conectados, seis no máximo. Seja corridas simples ou Road Rage, haverá um festival de trombadas e carros voando para todos os lados. O interessante é que é possível ligar diversas modalidades e competir por pontos.

    Algumas modalidades são apenas para dois jogadores, como os desafios, que permite conseguir mais carros de colecionador, a Double Impact, que é simplesmente o modo de batida com dois usuários, ou o de perseguição, similar ao modo de Single Player.

    Cópia carbono

    Um dos aspectos mais impressionantes de "Burnout Legends" é que o visual é muito similar aos de consoles de mesa, principalmente os cenários. Os carros também apresentam brilho e texturas bem definidas. Naturalmente, as deformações ficaram menos variadas, mas, mesmo assim, surpreendem. E o fluxo de tela também está quase igual ao PlayStation 2 e Xbox. De vez em quando aparecem alguns erros, como carros que somem e partes do chão que ficam tremendo, causando estranheza.

    O som também segue fiel às versões maiores, com sons bem definidos das batidas, do ronco dos motores e do cantar dos pneus. Como sempre, bandas desconhecidas e algumas mais famosas ficaram encarregadas da trilha sonora. No total são 21 faixas com muitas guitarras de um Junkie XL ou um Pennywise, por exemplo.

    "Burnout Legends" impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas na mecânica do título em que se baseia: "Burnout 3: Takedown". E a organização das provas combina completamente com o jeito casual de jogar um portátil, permitindo realizar algumas partidas mesmo com um pouquinho de tempo. Com 175 provas e uma modalidade multijogador bastante divertida, esse é um dos títulos quase obrigatórios para quem gosta de corridas insanas.

    Notas:

    PSPWorld: 9.1
    Gamespot: 9.0
    IGN: 8.5
    Uol Jogos: A


    Tamanho Compactado: 210mb Dividido em 3 partes (Duas de 100mb e uma de 10mb)
    Tamanho Descompactado: 500mb
    Servidor: Rapidshare


    Screens:









    Parte 1 Parte 2 Parte 3


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:34




    Análise:

    "...impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas..."

    Verificando a biblioteca e jogos do PSP, pode-se notar que os jogos de corrida tem sido os mais numerosos e também um dos mais procurados pelos consumidores, com as produtoras lançando suas franquias tradicionais, como é o caso de "Ridge Racers" da Namco, "Need for Speed Underground" da Electronic Arts e "Midnight Club 3: Dub Edition" da Rockstar Games.

    A Criterion Software, que pertence à Electronic Arts, também embarcou nessa onda e trouxe uma espécie de "melhores momentos" da série "Burnout" para o portátil da Sony. E esse é um dos primeiros títulos de uma geração de games que explora melhor a capacidade do PSP, com um resultado bastante próximo às versões para consoles de mesa.

    Lenda de bolso

    A base de "Burnout Legends" é "Burnout 3: Takedown", lançado para PlayStation 2 e Xbox no ano passado. Mas adiciona alguns elementos dos games anteriores, como pistas do primeiro e do segundo jogo, além de um modo de perseguição, em que o jogador controla um carro de polícia e tenta destruir o oponente batendo seu veículo contra o dele, como no tradicional arcade "Chase HQ" da Taito.

    A primeira surpresa vem nas primeiras corridas, com uma ótima sensação de velocidade, mesmo correndo com os carros mais lentos do game. E a taxa de quadros é incrivelmente alta, resultando num fluxo de tela "macio". Não chega aos 60 quadros por segundo da versão para consoles, mas está muito próximo. Outro ponto importante é que quase não há travamentos, com uma taxa de quadros que se mantém estável em boa parte do tempo.

    Naturalmente foram feitas algumas concessões para conseguir manter essa qualidade toda. O número de competidores foi diminuído, de seis para quatro, e há menos tráfego nas ruas. Os carros se deformam menos nos acidentes, principalmente os veículos comuns, que transitam nas ruas. Mesmo assim, a sua máquina e a dos oponentes têm inúmeros padrões de destruição.

    Queimando o asfalto

    Se "Gran Turismo" enfoca o lado simulador dos games de corrida, "Burnout" segue um caminho totalmente diferente, buscando ser o mais radical possível. Isso quer dizer corridas com velocidades insanas, em meio ao tráfego das grandes cidades, e vale tudo para vencer a competição. Os comandos estão mais difíceis e os carros derrapam mais nas curvas, mas, mesmo assim, é possível dirigir quase todo o trajeto usando o nitro.

    Por falar em nitro, ele é acumulado fazendo manobras arriscadas, como trafegar na contra-mão, passar de raspão nos carros, pulando vãos e dando cavalos-de-pau. Mas, como em "Burnout 3", a melhor maneira de conseguir nitro é fazendo os "takedowns" nos oponentes, quer dizer, levando-os a capotar ao colidir contra paredes ou contra outros carros. Fazendo isso, a barra de nitro cresce de tamanho, ficando até quatro vezes maior. Mas isso é um pouco mais difícil de se conseguir nesta versão.

    Outra função que veio diretamente da terceira edição são as provas de batida. Ao todo, são 100 cenários em que o objetivo é conseguir o maior acidente possível. O desafio consiste em bater em outro veículo e provocar um efeito de engavetamento. Aqui a função Impact Time tem maior utilidade. Com ele é possível, depois de capotar, deixar o tempo mais lento e controlar o vôo do seu carro. Depois que conseguir um determinado número de colisões, seu carro pode explodir e tentar envolver mais carros no acidente. A modalidade continua bastante divertida, apesar da diminuição do número carros na tela. Aqui também ocorrem alguns travamentos mais sérios, mas que não influenciam no controle.

    As provas de corrida são divididas em cinco categorias de carros. Começa-se com modelos compactos até as supermáquinas, passando por veículos esportivos e coupé. Naturalmente a velocidade e a dificuldade ficam cada vez mais altas. As regras das provas incluem corrida simples, recorde de tempo, desafio (corrida um-contra-um), Road Rage (necessário fazer uma quantidade de "takedowns"), Eliminator (último colocado em cada volta vai para o espaço) e Grand Prix. Vindo de "Burnout 2", há as fases de "Pursuit", cujo objetivo é fazer o oponente parar usando as técnicas para fazer os "takedowns".

    Impacto duplo

    Alguns dos problemas de "Burnout Legends" decorrem de sua pequena tela. Por mais que seja bem definida, é difícil observar a localização dos carros, mesmo por que o cenário seja bastante detalhado. Com o tempo, o jogador conseguirá desviar do tráfego observando a lanterna dos carros, que são um pouco mais evidentes. Outro problema é visualizar para onde vai a pista. A solução é praticar muito e tentar decorar os circuitos.

    Por falar em pistas, a Airport Terminal, vinda de "Burnout 2" caiu muito bem na mecânica insana de "Legends". Mas o mesmo não se pode dizer da Harbour Town, original da primeira versão. Ela é bem mais rigorosa que os outros circuitos, mas seu problema maior é que não casa com o atual sistema. Ademais, o visual da pista é visivelmente inferior aos outros cenários.

    A modalidade multiplayer, somente em rede local, traz mais diversão ao título. Muitas das provas ficam mais divertidas quanto maior o número de aparelhos conectados, seis no máximo. Seja corridas simples ou Road Rage, haverá um festival de trombadas e carros voando para todos os lados. O interessante é que é possível ligar diversas modalidades e competir por pontos.

    Algumas modalidades são apenas para dois jogadores, como os desafios, que permite conseguir mais carros de colecionador, a Double Impact, que é simplesmente o modo de batida com dois usuários, ou o de perseguição, similar ao modo de Single Player.

    Cópia carbono

    Um dos aspectos mais impressionantes de "Burnout Legends" é que o visual é muito similar aos de consoles de mesa, principalmente os cenários. Os carros também apresentam brilho e texturas bem definidas. Naturalmente, as deformações ficaram menos variadas, mas, mesmo assim, surpreendem. E o fluxo de tela também está quase igual ao PlayStation 2 e Xbox. De vez em quando aparecem alguns erros, como carros que somem e partes do chão que ficam tremendo, causando estranheza.

    O som também segue fiel às versões maiores, com sons bem definidos das batidas, do ronco dos motores e do cantar dos pneus. Como sempre, bandas desconhecidas e algumas mais famosas ficaram encarregadas da trilha sonora. No total são 21 faixas com muitas guitarras de um Junkie XL ou um Pennywise, por exemplo.

    "Burnout Legends" impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas na mecânica do título em que se baseia: "Burnout 3: Takedown". E a organização das provas combina completamente com o jeito casual de jogar um portátil, permitindo realizar algumas partidas mesmo com um pouquinho de tempo. Com 175 provas e uma modalidade multijogador bastante divertida, esse é um dos títulos quase obrigatórios para quem gosta de corridas insanas.

    Notas:

    PSPWorld: 9.1
    Gamespot: 9.0
    IGN: 8.5
    Uol Jogos: A


    Tamanho Compactado: 210mb Dividido em 3 partes (Duas de 100mb e uma de 10mb)
    Tamanho Descompactado: 500mb
    Servidor: Rapidshare


    Screens:









    Parte 1 Parte 2 Parte 3


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 11:34




    Análise:

    "...impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas..."

    Verificando a biblioteca e jogos do PSP, pode-se notar que os jogos de corrida tem sido os mais numerosos e também um dos mais procurados pelos consumidores, com as produtoras lançando suas franquias tradicionais, como é o caso de "Ridge Racers" da Namco, "Need for Speed Underground" da Electronic Arts e "Midnight Club 3: Dub Edition" da Rockstar Games.

    A Criterion Software, que pertence à Electronic Arts, também embarcou nessa onda e trouxe uma espécie de "melhores momentos" da série "Burnout" para o portátil da Sony. E esse é um dos primeiros títulos de uma geração de games que explora melhor a capacidade do PSP, com um resultado bastante próximo às versões para consoles de mesa.

    Lenda de bolso

    A base de "Burnout Legends" é "Burnout 3: Takedown", lançado para PlayStation 2 e Xbox no ano passado. Mas adiciona alguns elementos dos games anteriores, como pistas do primeiro e do segundo jogo, além de um modo de perseguição, em que o jogador controla um carro de polícia e tenta destruir o oponente batendo seu veículo contra o dele, como no tradicional arcade "Chase HQ" da Taito.

    A primeira surpresa vem nas primeiras corridas, com uma ótima sensação de velocidade, mesmo correndo com os carros mais lentos do game. E a taxa de quadros é incrivelmente alta, resultando num fluxo de tela "macio". Não chega aos 60 quadros por segundo da versão para consoles, mas está muito próximo. Outro ponto importante é que quase não há travamentos, com uma taxa de quadros que se mantém estável em boa parte do tempo.

    Naturalmente foram feitas algumas concessões para conseguir manter essa qualidade toda. O número de competidores foi diminuído, de seis para quatro, e há menos tráfego nas ruas. Os carros se deformam menos nos acidentes, principalmente os veículos comuns, que transitam nas ruas. Mesmo assim, a sua máquina e a dos oponentes têm inúmeros padrões de destruição.

    Queimando o asfalto

    Se "Gran Turismo" enfoca o lado simulador dos games de corrida, "Burnout" segue um caminho totalmente diferente, buscando ser o mais radical possível. Isso quer dizer corridas com velocidades insanas, em meio ao tráfego das grandes cidades, e vale tudo para vencer a competição. Os comandos estão mais difíceis e os carros derrapam mais nas curvas, mas, mesmo assim, é possível dirigir quase todo o trajeto usando o nitro.

    Por falar em nitro, ele é acumulado fazendo manobras arriscadas, como trafegar na contra-mão, passar de raspão nos carros, pulando vãos e dando cavalos-de-pau. Mas, como em "Burnout 3", a melhor maneira de conseguir nitro é fazendo os "takedowns" nos oponentes, quer dizer, levando-os a capotar ao colidir contra paredes ou contra outros carros. Fazendo isso, a barra de nitro cresce de tamanho, ficando até quatro vezes maior. Mas isso é um pouco mais difícil de se conseguir nesta versão.

    Outra função que veio diretamente da terceira edição são as provas de batida. Ao todo, são 100 cenários em que o objetivo é conseguir o maior acidente possível. O desafio consiste em bater em outro veículo e provocar um efeito de engavetamento. Aqui a função Impact Time tem maior utilidade. Com ele é possível, depois de capotar, deixar o tempo mais lento e controlar o vôo do seu carro. Depois que conseguir um determinado número de colisões, seu carro pode explodir e tentar envolver mais carros no acidente. A modalidade continua bastante divertida, apesar da diminuição do número carros na tela. Aqui também ocorrem alguns travamentos mais sérios, mas que não influenciam no controle.

    As provas de corrida são divididas em cinco categorias de carros. Começa-se com modelos compactos até as supermáquinas, passando por veículos esportivos e coupé. Naturalmente a velocidade e a dificuldade ficam cada vez mais altas. As regras das provas incluem corrida simples, recorde de tempo, desafio (corrida um-contra-um), Road Rage (necessário fazer uma quantidade de "takedowns"), Eliminator (último colocado em cada volta vai para o espaço) e Grand Prix. Vindo de "Burnout 2", há as fases de "Pursuit", cujo objetivo é fazer o oponente parar usando as técnicas para fazer os "takedowns".

    Impacto duplo

    Alguns dos problemas de "Burnout Legends" decorrem de sua pequena tela. Por mais que seja bem definida, é difícil observar a localização dos carros, mesmo por que o cenário seja bastante detalhado. Com o tempo, o jogador conseguirá desviar do tráfego observando a lanterna dos carros, que são um pouco mais evidentes. Outro problema é visualizar para onde vai a pista. A solução é praticar muito e tentar decorar os circuitos.

    Por falar em pistas, a Airport Terminal, vinda de "Burnout 2" caiu muito bem na mecânica insana de "Legends". Mas o mesmo não se pode dizer da Harbour Town, original da primeira versão. Ela é bem mais rigorosa que os outros circuitos, mas seu problema maior é que não casa com o atual sistema. Ademais, o visual da pista é visivelmente inferior aos outros cenários.

    A modalidade multiplayer, somente em rede local, traz mais diversão ao título. Muitas das provas ficam mais divertidas quanto maior o número de aparelhos conectados, seis no máximo. Seja corridas simples ou Road Rage, haverá um festival de trombadas e carros voando para todos os lados. O interessante é que é possível ligar diversas modalidades e competir por pontos.

    Algumas modalidades são apenas para dois jogadores, como os desafios, que permite conseguir mais carros de colecionador, a Double Impact, que é simplesmente o modo de batida com dois usuários, ou o de perseguição, similar ao modo de Single Player.

    Cópia carbono

    Um dos aspectos mais impressionantes de "Burnout Legends" é que o visual é muito similar aos de consoles de mesa, principalmente os cenários. Os carros também apresentam brilho e texturas bem definidas. Naturalmente, as deformações ficaram menos variadas, mas, mesmo assim, surpreendem. E o fluxo de tela também está quase igual ao PlayStation 2 e Xbox. De vez em quando aparecem alguns erros, como carros que somem e partes do chão que ficam tremendo, causando estranheza.

    O som também segue fiel às versões maiores, com sons bem definidos das batidas, do ronco dos motores e do cantar dos pneus. Como sempre, bandas desconhecidas e algumas mais famosas ficaram encarregadas da trilha sonora. No total são 21 faixas com muitas guitarras de um Junkie XL ou um Pennywise, por exemplo.

    "Burnout Legends" impressiona pela fidelidade com que foi convertida para o PSP, sem mudanças significativas na mecânica do título em que se baseia: "Burnout 3: Takedown". E a organização das provas combina completamente com o jeito casual de jogar um portátil, permitindo realizar algumas partidas mesmo com um pouquinho de tempo. Com 175 provas e uma modalidade multijogador bastante divertida, esse é um dos títulos quase obrigatórios para quem gosta de corridas insanas.

    Notas:

    PSPWorld: 9.1
    Gamespot: 9.0
    IGN: 8.5
    Uol Jogos: A


    Tamanho Compactado: 210mb Dividido em 3 partes (Duas de 100mb e uma de 10mb)
    Tamanho Descompactado: 500mb
    Servidor: Rapidshare


    Screens:









    Parte 1 Parte 2 Parte 3


    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:47

    » Configuração Mínima

    *Supported OS: Windows XP SP3/Windows Vista SP1 (only)
    * Processor: 2.6 GHz dual-core (3 GHz for Intel Pentium D 925)
    * RAM: 1 GB (2 GB Recommended)
    * Video Card: 128 MB DirectX 9.0c–compliant, Shader 3.0–enabled
    * Sound Card: DirectX 9.0– or 10.0–compliant
    * DirectX Version: DirectX 9.0 or 10.0 (included)
    * Hard Drive Space: 8 GB
    * Multiplay: Broadband internet connection with 384 Kbps upstream

    6.4GB - ISO - Ingles

    7 Links - Megaupload

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:47

    » Configuração Mínima

    *Supported OS: Windows XP SP3/Windows Vista SP1 (only)
    * Processor: 2.6 GHz dual-core (3 GHz for Intel Pentium D 925)
    * RAM: 1 GB (2 GB Recommended)
    * Video Card: 128 MB DirectX 9.0c–compliant, Shader 3.0–enabled
    * Sound Card: DirectX 9.0– or 10.0–compliant
    * DirectX Version: DirectX 9.0 or 10.0 (included)
    * Hard Drive Space: 8 GB
    * Multiplay: Broadband internet connection with 384 Kbps upstream

    6.4GB - ISO - Ingles

    7 Links - Megaupload

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:43







    39 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/166490523/jbqs.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/166490522/jbqs.part02.rar
    http://rapidshare.com/files/166490515/jbqs.part03.rar
    http://rapidshare.com/files/166490541/jbqs.part04.rar
    http://rapidshare.com/files/166490527/jbqs.part05.rar
    http://rapidshare.com/files/166490489/jbqs.part06.rar
    http://rapidshare.com/files/166490498/jbqs.part07.rar
    http://rapidshare.com/files/166490525/jbqs.part08.rar
    http://rapidshare.com/files/166490487/jbqs.part09.rar
    http://rapidshare.com/files/166492443/jbqs.part10.rar
    http://rapidshare.com/files/166492463/jbqs.part11.rar
    http://rapidshare.com/files/166492523/jbqs.part12.rar
    http://rapidshare.com/files/166492467/jbqs.part13.rar
    http://rapidshare.com/files/166492507/jbqs.part14.rar
    http://rapidshare.com/files/166492545/jbqs.part15.rar
    http://rapidshare.com/files/166492512/jbqs.part16.rar
    http://rapidshare.com/files/166492482/jbqs.part17.rar
    http://rapidshare.com/files/166492498/jbqs.part18.rar
    http://rapidshare.com/files/166492534/jbqs.part19.rar
    http://rapidshare.com/files/166492552/jbqs.part20.rar
    http://rapidshare.com/files/166492526/jbqs.part21.rar
    http://rapidshare.com/files/166492547/jbqs.part22.rar
    http://rapidshare.com/files/166492528/jbqs.part23.rar
    http://rapidshare.com/files/166492474/jbqs.part24.rar
    http://rapidshare.com/files/166492518/jbqs.part25.rar
    http://rapidshare.com/files/166492543/jbqs.part26.rar
    http://rapidshare.com/files/166492527/jbqs.part27.rar
    http://rapidshare.com/files/166492536/jbqs.part28.rar
    http://rapidshare.com/files/166492460/jbqs.part29.rar
    http://rapidshare.com/files/166492530/jbqs.part30.rar
    http://rapidshare.com/files/166492535/jbqs.part31.rar
    http://rapidshare.com/files/166492513/jbqs.part32.rar
    http://rapidshare.com/files/166492479/jbqs.part33.rar
    http://rapidshare.com/files/166492493/jbqs.part34.rar
    http://rapidshare.com/files/166492454/jbqs.part35.rar
    http://rapidshare.com/files/166492556/jbqs.part36.rar
    http://rapidshare.com/files/166492502/jbqs.part37.rar
    http://rapidshare.com/files/166492485/jbqs.part38.rar
    http://rapidshare.com/files/166491547/jbqs.part39.rar

    Password: www.webpunkt.ru

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:43







    39 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/166490523/jbqs.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/166490522/jbqs.part02.rar
    http://rapidshare.com/files/166490515/jbqs.part03.rar
    http://rapidshare.com/files/166490541/jbqs.part04.rar
    http://rapidshare.com/files/166490527/jbqs.part05.rar
    http://rapidshare.com/files/166490489/jbqs.part06.rar
    http://rapidshare.com/files/166490498/jbqs.part07.rar
    http://rapidshare.com/files/166490525/jbqs.part08.rar
    http://rapidshare.com/files/166490487/jbqs.part09.rar
    http://rapidshare.com/files/166492443/jbqs.part10.rar
    http://rapidshare.com/files/166492463/jbqs.part11.rar
    http://rapidshare.com/files/166492523/jbqs.part12.rar
    http://rapidshare.com/files/166492467/jbqs.part13.rar
    http://rapidshare.com/files/166492507/jbqs.part14.rar
    http://rapidshare.com/files/166492545/jbqs.part15.rar
    http://rapidshare.com/files/166492512/jbqs.part16.rar
    http://rapidshare.com/files/166492482/jbqs.part17.rar
    http://rapidshare.com/files/166492498/jbqs.part18.rar
    http://rapidshare.com/files/166492534/jbqs.part19.rar
    http://rapidshare.com/files/166492552/jbqs.part20.rar
    http://rapidshare.com/files/166492526/jbqs.part21.rar
    http://rapidshare.com/files/166492547/jbqs.part22.rar
    http://rapidshare.com/files/166492528/jbqs.part23.rar
    http://rapidshare.com/files/166492474/jbqs.part24.rar
    http://rapidshare.com/files/166492518/jbqs.part25.rar
    http://rapidshare.com/files/166492543/jbqs.part26.rar
    http://rapidshare.com/files/166492527/jbqs.part27.rar
    http://rapidshare.com/files/166492536/jbqs.part28.rar
    http://rapidshare.com/files/166492460/jbqs.part29.rar
    http://rapidshare.com/files/166492530/jbqs.part30.rar
    http://rapidshare.com/files/166492535/jbqs.part31.rar
    http://rapidshare.com/files/166492513/jbqs.part32.rar
    http://rapidshare.com/files/166492479/jbqs.part33.rar
    http://rapidshare.com/files/166492493/jbqs.part34.rar
    http://rapidshare.com/files/166492454/jbqs.part35.rar
    http://rapidshare.com/files/166492556/jbqs.part36.rar
    http://rapidshare.com/files/166492502/jbqs.part37.rar
    http://rapidshare.com/files/166492485/jbqs.part38.rar
    http://rapidshare.com/files/166491547/jbqs.part39.rar

    Password: www.webpunkt.ru

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:42


    Plataforma: PS2
    Idioma: Español,English,French,Italian,German
    Region: PAL
    Calidad: DVD
    Formato: ISO



    31 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/50756356/mtuzgvtftrd.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/50759309/mtuzgvtftrd.part02.rar
    http://rapidshare.com/files/50762368/mtuzgvtftrd.part03.rar
    http://rapidshare.com/files/50765326/mtuzgvtftrd.part04.rar
    http://rapidshare.com/files/50769070/mtuzgvtftrd.part05.rar
    http://rapidshare.com/files/50773155/mtuzgvtftrd.part06.rar
    http://rapidshare.com/files/50776412/mtuzgvtftrd.part07.rar
    http://rapidshare.com/files/50779789/mtuzgvtftrd.part08.rar
    http://rapidshare.com/files/50783364/mtuzgvtftrd.part09.rar
    http://rapidshare.com/files/50787502/mtuzgvtftrd.part10.rar
    http://rapidshare.com/files/50791328/mtuzgvtftrd.part11.rar
    http://rapidshare.com/files/50795299/mtuzgvtftrd.part12.rar
    http://rapidshare.com/files/50799514/mtuzgvtftrd.part13.rar
    http://rapidshare.com/files/50804667/mtuzgvtftrd.part14.rar
    http://rapidshare.com/files/50808747/mtuzgvtftrd.part15.rar
    http://rapidshare.com/files/50812230/mtuzgvtftrd.part16.rar
    http://rapidshare.com/files/50815459/mtuzgvtftrd.part17.rar
    http://rapidshare.com/files/50818845/mtuzgvtftrd.part18.rar
    http://rapidshare.com/files/50822163/mtuzgvtftrd.part19.rar
    http://rapidshare.com/files/50825266/mtuzgvtftrd.part20.rar
    http://rapidshare.com/files/50828610/mtuzgvtftrd.part21.rar
    http://rapidshare.com/files/50831521/mtuzgvtftrd.part22.rar
    http://rapidshare.com/files/50834482/mtuzgvtftrd.part23.rar
    http://rapidshare.com/files/50837430/mtuzgvtftrd.part24.rar
    http://rapidshare.com/files/50840232/mtuzgvtftrd.part25.rar
    http://rapidshare.com/files/50843274/mtuzgvtftrd.part26.rar
    http://rapidshare.com/files/50846177/mtuzgvtftrd.part27.rar
    http://rapidshare.com/files/50848974/mtuzgvtftrd.part28.rar
    http://rapidshare.com/files/50851917/mtuzgvtftrd.part29.rar
    http://rapidshare.com/files/50855189/mtuzgvtftrd.part30.rar
    http://rapidshare.com/files/50857211/mtuzgvtftrd.part31.rar

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:42


    Plataforma: PS2
    Idioma: Español,English,French,Italian,German
    Region: PAL
    Calidad: DVD
    Formato: ISO



    31 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/50756356/mtuzgvtftrd.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/50759309/mtuzgvtftrd.part02.rar
    http://rapidshare.com/files/50762368/mtuzgvtftrd.part03.rar
    http://rapidshare.com/files/50765326/mtuzgvtftrd.part04.rar
    http://rapidshare.com/files/50769070/mtuzgvtftrd.part05.rar
    http://rapidshare.com/files/50773155/mtuzgvtftrd.part06.rar
    http://rapidshare.com/files/50776412/mtuzgvtftrd.part07.rar
    http://rapidshare.com/files/50779789/mtuzgvtftrd.part08.rar
    http://rapidshare.com/files/50783364/mtuzgvtftrd.part09.rar
    http://rapidshare.com/files/50787502/mtuzgvtftrd.part10.rar
    http://rapidshare.com/files/50791328/mtuzgvtftrd.part11.rar
    http://rapidshare.com/files/50795299/mtuzgvtftrd.part12.rar
    http://rapidshare.com/files/50799514/mtuzgvtftrd.part13.rar
    http://rapidshare.com/files/50804667/mtuzgvtftrd.part14.rar
    http://rapidshare.com/files/50808747/mtuzgvtftrd.part15.rar
    http://rapidshare.com/files/50812230/mtuzgvtftrd.part16.rar
    http://rapidshare.com/files/50815459/mtuzgvtftrd.part17.rar
    http://rapidshare.com/files/50818845/mtuzgvtftrd.part18.rar
    http://rapidshare.com/files/50822163/mtuzgvtftrd.part19.rar
    http://rapidshare.com/files/50825266/mtuzgvtftrd.part20.rar
    http://rapidshare.com/files/50828610/mtuzgvtftrd.part21.rar
    http://rapidshare.com/files/50831521/mtuzgvtftrd.part22.rar
    http://rapidshare.com/files/50834482/mtuzgvtftrd.part23.rar
    http://rapidshare.com/files/50837430/mtuzgvtftrd.part24.rar
    http://rapidshare.com/files/50840232/mtuzgvtftrd.part25.rar
    http://rapidshare.com/files/50843274/mtuzgvtftrd.part26.rar
    http://rapidshare.com/files/50846177/mtuzgvtftrd.part27.rar
    http://rapidshare.com/files/50848974/mtuzgvtftrd.part28.rar
    http://rapidshare.com/files/50851917/mtuzgvtftrd.part29.rar
    http://rapidshare.com/files/50855189/mtuzgvtftrd.part30.rar
    http://rapidshare.com/files/50857211/mtuzgvtftrd.part31.rar

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:41
    [Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] 0,scrollbars>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

    <span class="post-comment-link"><a class="comment-link" href="https://www.blogger.com/comment.g?blogID=6909871232541378964&amp;postID=6855741186580990582&amp;isPopup=true" onclick="'javascript:window.open(this.href," toolbar="0,location="0,statusbar="1,menubar="0,scrollbars="yes,width="400,height="450"></a></span><div style="text-align: center;"><a href="http://i35.tinypic.com/34602vp.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 366px; height: 520px;" src="http://i35.tinypic.com/34602vp.jpg" alt="" border="0" /></a><br /></div><p style="text-align: center;"><br /><br /><br /></p><div style="text-align: center;"><object width="425" height="344"></object><b>GERMAN - DVD</b><br /> </div><div style="clear: both; text-align: center;"><br />15 Links - RapidShare</div><div style="text-align: center;"> <br />RapidShare<br />http://rapidshare.com/files/168407306/rmc.part01.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407433/rmc.part02.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407417/rmc.part03.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407385/rmc.part04.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407431/rmc.part05.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407407/rmc.part06.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407391/rmc.part07.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407425/rmc.part08.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407411/rmc.part09.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407426/rmc.part10.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407390/rmc.part11.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407364/rmc.part12.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407363/rmc.part13.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407438/rmc.part14.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407186/rmc.part15.rar<br /><br />Password: www.webpunkt.ru</div>

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:41
    [Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] 0,scrollbars>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

    <span class="post-comment-link"><a class="comment-link" href="https://www.blogger.com/comment.g?blogID=6909871232541378964&amp;postID=6855741186580990582&amp;isPopup=true" onclick="'javascript:window.open(this.href," toolbar="0,location="0,statusbar="1,menubar="0,scrollbars="yes,width="400,height="450"></a></span><div style="text-align: center;"><a href="http://i35.tinypic.com/34602vp.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 366px; height: 520px;" src="http://i35.tinypic.com/34602vp.jpg" alt="" border="0" /></a><br /></div><p style="text-align: center;"><br /><br /><br /></p><div style="text-align: center;"><object width="425" height="344"></object><b>GERMAN - DVD</b><br /> </div><div style="clear: both; text-align: center;"><br />15 Links - RapidShare</div><div style="text-align: center;"> <br />RapidShare<br />http://rapidshare.com/files/168407306/rmc.part01.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407433/rmc.part02.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407417/rmc.part03.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407385/rmc.part04.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407431/rmc.part05.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407407/rmc.part06.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407391/rmc.part07.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407425/rmc.part08.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407411/rmc.part09.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407426/rmc.part10.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407390/rmc.part11.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407364/rmc.part12.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407363/rmc.part13.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407438/rmc.part14.rar<br />http://rapidshare.com/files/168407186/rmc.part15.rar<br /><br />Password: www.webpunkt.ru</div>

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:40





    1.45 GB - EUR

    16 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/168545583/wotle.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/168545827/wotle.part02.rar
    http://rapidshare.com/files/168545592/wotle.part03.rar
    http://rapidshare.com/files/168545817/wotle.part04.rar
    http://rapidshare.com/files/168545605/wotle.part05.rar
    http://rapidshare.com/files/168545801/wotle.part06.rar
    http://rapidshare.com/files/168545616/wotle.part07.rar
    http://rapidshare.com/files/168545735/wotle.part08.rar
    http://rapidshare.com/files/168545662/wotle.part09.rar
    http://rapidshare.com/files/168545834/wotle.part10.rar
    http://rapidshare.com/files/168545702/wotle.part11.rar
    http://rapidshare.com/files/168545840/wotle.part12.rar
    http://rapidshare.com/files/168545688/wotle.part13.rar
    http://rapidshare.com/files/168545818/wotle.part14.rar
    http://rapidshare.com/files/168545689/wotle.part15.rar
    http://rapidshare.com/files/168544431/wotle.part16.rar

    Mirror Filefactory.com
    http://www.filefactory.com/file/21a447/n/wotle_part01_rar
    http://www.filefactory.com/file/453ce3/n/wotle_part02_rar
    http://www.filefactory.com/file/845803/n/wotle_part03_rar
    http://www.filefactory.com/file/7a9d5a/n/wotle_part04_rar
    http://www.filefactory.com/file/f6187f/n/wotle_part05_rar
    http://www.filefactory.com/file/72b60e/n/wotle_part06_rar
    http://www.filefactory.com/file/dacd4b/n/wotle_part07_rar
    http://www.filefactory.com/file/660887/n/wotle_part08_rar
    http://www.filefactory.com/file/92304c/n/wotle_part09_rar
    http://www.filefactory.com/file/8369dd/n/wotle_part10_rar
    http://www.filefactory.com/file/7d6981/n/wotle_part11_rar
    http://www.filefactory.com/file/0f58c8/n/wotle_part12_rar
    http://www.filefactory.com/file/ea5b36/n/wotle_part13_rar
    http://www.filefactory.com/file/44b119/n/wotle_part14_rar
    http://www.filefactory.com/file/75ac14/n/wotle_part15_rar
    http://www.filefactory.com/file/285796/n/wotle_part16_rar

    Password: www.webpunkt.ru

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:40
    [Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] 0,scrollbars>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

    <span class="post-comment-link"><a class="comment-link" href="https://www.blogger.com/comment.g?blogID=6909871232541378964&amp;postID=5456653062581875201&amp;isPopup=true" onclick="'javascript:window.open(this.href," toolbar="0,location="0,statusbar="1,menubar="0,scrollbars="yes,width="400,height="450"></a></span><a href="http://www.misterbros.com.br/arquivos/fotos/grande/thumbnail/Star%20Wars%20Galactic%20Battlegrounds%20GD.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 390px; height: 390px;" src="http://www.misterbros.com.br/arquivos/fotos/grande/thumbnail/Star%20Wars%20Galactic%20Battlegrounds%20GD.jpg" alt="" border="0" /></a><a href="http://image.com.com/gamespot/images/2001/pc/str/battlegrounds/battlegrounds_screen001.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 346px; height: 277px;" src="http://image.com.com/gamespot/images/2001/pc/str/battlegrounds/battlegrounds_screen001.jpg" alt="" border="0" /></a><br /><p><br /></p><object width="425" height="344"></object><br /> <div style="clear: both;"><br />14 Links - RapidShare</div> <br />RapidShare<br />http://rapidshare.com/files/166328802/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part01.rar<br />http://rapidshare.com/files/166330666/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part02.rar<br />http://rapidshare.com/files/166331275/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part03.rar<br />http://rapidshare.com/files/166341554/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part04.rar<br />http://rapidshare.com/files/166343962/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part05.rar<br />http://rapidshare.com/files/166344578/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part06.rar<br />http://rapidshare.com/files/166355041/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part07.rar<br />http://rapidshare.com/files/166357560/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part08.rar<br />http://rapidshare.com/files/166358137/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part09.rar<br />http://rapidshare.com/files/166367978/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part10.rar<br />http://rapidshare.com/files/166370682/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part11.rar<br />http://rapidshare.com/files/166371629/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part12.rar<br />http://rapidshare.com/files/166381249/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part13.rar<br />http://rapidshare.com/files/166383691/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part14.rar<br /><br />Password: platinumw.org

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:40





    1.45 GB - EUR

    16 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/168545583/wotle.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/168545827/wotle.part02.rar
    http://rapidshare.com/files/168545592/wotle.part03.rar
    http://rapidshare.com/files/168545817/wotle.part04.rar
    http://rapidshare.com/files/168545605/wotle.part05.rar
    http://rapidshare.com/files/168545801/wotle.part06.rar
    http://rapidshare.com/files/168545616/wotle.part07.rar
    http://rapidshare.com/files/168545735/wotle.part08.rar
    http://rapidshare.com/files/168545662/wotle.part09.rar
    http://rapidshare.com/files/168545834/wotle.part10.rar
    http://rapidshare.com/files/168545702/wotle.part11.rar
    http://rapidshare.com/files/168545840/wotle.part12.rar
    http://rapidshare.com/files/168545688/wotle.part13.rar
    http://rapidshare.com/files/168545818/wotle.part14.rar
    http://rapidshare.com/files/168545689/wotle.part15.rar
    http://rapidshare.com/files/168544431/wotle.part16.rar

    Mirror Filefactory.com
    http://www.filefactory.com/file/21a447/n/wotle_part01_rar
    http://www.filefactory.com/file/453ce3/n/wotle_part02_rar
    http://www.filefactory.com/file/845803/n/wotle_part03_rar
    http://www.filefactory.com/file/7a9d5a/n/wotle_part04_rar
    http://www.filefactory.com/file/f6187f/n/wotle_part05_rar
    http://www.filefactory.com/file/72b60e/n/wotle_part06_rar
    http://www.filefactory.com/file/dacd4b/n/wotle_part07_rar
    http://www.filefactory.com/file/660887/n/wotle_part08_rar
    http://www.filefactory.com/file/92304c/n/wotle_part09_rar
    http://www.filefactory.com/file/8369dd/n/wotle_part10_rar
    http://www.filefactory.com/file/7d6981/n/wotle_part11_rar
    http://www.filefactory.com/file/0f58c8/n/wotle_part12_rar
    http://www.filefactory.com/file/ea5b36/n/wotle_part13_rar
    http://www.filefactory.com/file/44b119/n/wotle_part14_rar
    http://www.filefactory.com/file/75ac14/n/wotle_part15_rar
    http://www.filefactory.com/file/285796/n/wotle_part16_rar

    Password: www.webpunkt.ru

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:40
    [Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] 0,scrollbars>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

    <span class="post-comment-link"><a class="comment-link" href="https://www.blogger.com/comment.g?blogID=6909871232541378964&amp;postID=5456653062581875201&amp;isPopup=true" onclick="'javascript:window.open(this.href," toolbar="0,location="0,statusbar="1,menubar="0,scrollbars="yes,width="400,height="450"></a></span><a href="http://www.misterbros.com.br/arquivos/fotos/grande/thumbnail/Star%20Wars%20Galactic%20Battlegrounds%20GD.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 390px; height: 390px;" src="http://www.misterbros.com.br/arquivos/fotos/grande/thumbnail/Star%20Wars%20Galactic%20Battlegrounds%20GD.jpg" alt="" border="0" /></a><a href="http://image.com.com/gamespot/images/2001/pc/str/battlegrounds/battlegrounds_screen001.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 346px; height: 277px;" src="http://image.com.com/gamespot/images/2001/pc/str/battlegrounds/battlegrounds_screen001.jpg" alt="" border="0" /></a><br /><p><br /></p><object width="425" height="344"></object><br /> <div style="clear: both;"><br />14 Links - RapidShare</div> <br />RapidShare<br />http://rapidshare.com/files/166328802/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part01.rar<br />http://rapidshare.com/files/166330666/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part02.rar<br />http://rapidshare.com/files/166331275/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part03.rar<br />http://rapidshare.com/files/166341554/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part04.rar<br />http://rapidshare.com/files/166343962/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part05.rar<br />http://rapidshare.com/files/166344578/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part06.rar<br />http://rapidshare.com/files/166355041/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part07.rar<br />http://rapidshare.com/files/166357560/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part08.rar<br />http://rapidshare.com/files/166358137/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part09.rar<br />http://rapidshare.com/files/166367978/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part10.rar<br />http://rapidshare.com/files/166370682/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part11.rar<br />http://rapidshare.com/files/166371629/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part12.rar<br />http://rapidshare.com/files/166381249/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part13.rar<br />http://rapidshare.com/files/166383691/Star_Wars_-_Galactic_Battlegrounds.part14.rar<br /><br />Password: platinumw.org

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:39


    [Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] 0,scrollbars>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

    <h3 class="post-title"> <a href="http://jogoscompletosbrasil.blogspot.com/2008/11/formula-1-2008-delux.html"><br /></a> </h3> <span class="post-labels"> </span><span class="post-comment-link"><a class="comment-link" href="https://www.blogger.com/comment.g?blogID=6909871232541378964&amp;postID=4762160391688004420&amp;isPopup=true" onclick="'javascript:window.open(this.href," toolbar="0,location="0,statusbar="1,menubar="0,scrollbars="yes,width="400,height="450"></a> </span> <p><a href="http://images30.fotosik.pl/219/e24ef0cb3284b62b.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 366px; height: 229px;" src="http://images30.fotosik.pl/219/e24ef0cb3284b62b.jpg" alt="" border="0" /></a><br /><br /></p><object width="425" height="344"></object><br /> <div style="clear: both;"><br />11 Links - RapidShare</div> <br />RapidShare<br />http://rapidshare.com/files/155899775/F1_2008_DELUX.part01.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899916/F1_2008_DELUX.part02.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899758/F1_2008_DELUX.part03.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899918/F1_2008_DELUX.part04.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899878/F1_2008_DELUX.part05.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899824/F1_2008_DELUX.part06.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899796/F1_2008_DELUX.part07.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899953/F1_2008_DELUX.part08.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899811/F1_2008_DELUX.part09.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899856/F1_2008_DELUX.part10.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899806/F1_2008_DELUX.part11.rar<br /><br />No password[/center:36d3gcu8]

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:39


    [Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] 0,scrollbars>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

    <h3 class="post-title"> <a href="http://jogoscompletosbrasil.blogspot.com/2008/11/formula-1-2008-delux.html"><br /></a> </h3> <span class="post-labels"> </span><span class="post-comment-link"><a class="comment-link" href="https://www.blogger.com/comment.g?blogID=6909871232541378964&amp;postID=4762160391688004420&amp;isPopup=true" onclick="'javascript:window.open(this.href," toolbar="0,location="0,statusbar="1,menubar="0,scrollbars="yes,width="400,height="450"></a> </span> <p><a href="http://images30.fotosik.pl/219/e24ef0cb3284b62b.jpg"><img style="margin: 0px auto 10px; display: block; text-align: center; cursor: pointer; width: 366px; height: 229px;" src="http://images30.fotosik.pl/219/e24ef0cb3284b62b.jpg" alt="" border="0" /></a><br /><br /></p><object width="425" height="344"></object><br /> <div style="clear: both;"><br />11 Links - RapidShare</div> <br />RapidShare<br />http://rapidshare.com/files/155899775/F1_2008_DELUX.part01.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899916/F1_2008_DELUX.part02.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899758/F1_2008_DELUX.part03.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899918/F1_2008_DELUX.part04.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899878/F1_2008_DELUX.part05.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899824/F1_2008_DELUX.part06.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899796/F1_2008_DELUX.part07.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899953/F1_2008_DELUX.part08.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899811/F1_2008_DELUX.part09.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899856/F1_2008_DELUX.part10.rar<br />http://rapidshare.com/files/155899806/F1_2008_DELUX.part11.rar<br /><br />No password[/center:36d3gcu8]

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:37


    Platform: PS2
    Language: English
    Region: NTSC
    Genre: Sports
    Type: DVD
    Format: ISO



    2 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/166827512/Women_s-l.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/166836884/Women_s-l.part02.rar

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:37


    Platform: PS2
    Language: English
    Region: NTSC
    Genre: Sports
    Type: DVD
    Format: ISO



    2 Links - RapidShare

    RapidShare
    http://rapidshare.com/files/166827512/Women_s-l.part01.rar
    http://rapidshare.com/files/166836884/Women_s-l.part02.rar

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:32
    Primeiro consulte a lista de compatibilidade dos jogos no site oficial clicando aqui, a Microsoft sempre esta aumentando a lista de jogos do Xbox que podem rodar no Xbox 360, para tanto basta inserir o disco do jogo original e o software emulador irá automaticamente fazer o download necessário para que você jogar em seu Xbox 360.
    tags:

    publicado por superjogosedicas | Quarta-feira, 03 Dezembro , 2008, 03:32
    Primeiro consulte a lista de compatibilidade dos jogos no site oficial clicando aqui, a Microsoft sempre esta aumentando a lista de jogos do Xbox que podem rodar no Xbox 360, para tanto basta inserir o disco do jogo original e o software emulador irá automaticamente fazer o download necessário para que você jogar em seu Xbox 360.
    tags:

    mais sobre mim
    Dezembro 2008
    D
    S
    T
    Q
    Q
    S
    S

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    10
    13

    14
    16
    17
    18
    20

    21
    22
    25
    26

    30


    arquivos
    pesquisar neste blog
     
    blogs SAPO
    subscrever feeds